ESTRÉIAS DA SEMANA – 1º DE FEVEREIRO

INATIVIDADE PARANORMAL
(A Haunted House) 2013. Dir: Michael Tiddes. Com Marlon Wayans, David Koechner, Alanna Ubach, Cedric The Entertainer. Comédia.

Paródia bem óbvia de “Atividade Paranormal” com co-produção e co-roteiro do próprio Marlon Wayans que estrela o filme. Casal se muda para casa mal-assombrada e pede ajuda de caçadores de fantasmas para se livrar de demônio que possui o corpo de sua esposa. Humor besteiorol na linha de “As Branquelas” e “Todo Mundo em Pânico” como já anuncia o cartaz do filme. Pode se rir muito ou pode se aborrecer muito até porque na maioria das vezes as paródias dos últimos anos pesam demais no humor grosseiro sem a inventividade da qual gozaram Gene Wilder, Mel Brooks ou David Zucker. Bom é ver para conferir.

Paródia óbvia

Paródia óbvia

CAÇA AOS GANGSTERS
(Gangaster Squad) 2013. Dir; Ruben Fleicher. Com Ryan Gosling, Emma Stone, Sean Penn, Josh Brolin, Nick Nolte. Policial

Ótimos filmes de gangsters já foram produzidos pelo cinema americano, mas o filão já havia se esgotado e agora nova tentativa é feita retornando à Los Angeles de fim dos anos 40 quando uma força policial é organizada para prender o impiedoso chefão do crime Michael Cohen (Penn) que domina toda a região. Destaca-se no filme, que reúne um ótimo elenco, a figura de Carmen Miranda (nossa eterna pequena notável) interpretada no filme pela porto-riquenha Yvette Tucker. O filme é baseado em uma série de artigos jornalisticos de Paul Lieberman publicados no Los Angeles Times sobre a Máfia local. Espere por todos os clichês do gênero como policiais corruptos, tiroteiros sangrentos, traições e da figura sedutora de uma “femme fatale” que fica aqui a cargo de Emma Stone, para quem lembrar é a Gwen Stacy do filme “O Espetácular Homem Aranha” ,

Para quem gosta do gênero

Para quem gosta do gênero

O LADO BOM DA VIDA
(Silver Lining Playbook) EUA 2012. Dir: David O.Russell. Com Bradley Cooper, Jennifer Lawrence, Robert DeNiro. Comédia.

Recém saído de hospital psiquiatrico, Pat se vira co o fruto de uma família desasjustada sempre contrariando o austero pai interpretado por Robert DeNiro. Tentando se reintegrar no mundo, Pat vem a se envolver com a complicada Tiffany (Jennifer Lawrence de “Jogos Vorazes”). O filme mezcla humor om uma pitada de drama sem ficar enfadonho graças ao ótimo elenco liderado pelo simpático Bradley Cooper em merecida atuação indicada ao Oscar.

Para apreciar e rir da vida

Para apreciar e rir da vida

OS MISERÁVEIS
(Les Miserables) 2013. Dir:Tom Hopper. Com Hugh Jackman, Anne Hathaway, Amanda Seyfried, Sacha Bohen Cohen, Russell Crowe, Helena Bohman Carter. Musical.

Adaptação da clássica obra literária de Victor Hugo, por sua vez transformado em musical e estrelado por super elenco. Passado na França do século XIX mostra ex prisioneiro (Jackman) que enriquece e muda de identidade se envolvendo com ex funcionária de uma de suas fábricas. Não se deixe influenciar pelo resumo aqui feito. O filme traça um painel da natureza humana com nossas ambições, egoismo e contradições expostas. A obra de Victor Hugo é rica para muitas leituras e releituras, razão pela qual essa é uma entre as várias adaptações da obra já feitas para Tv ou cinema, inclusive há uma versão feita em 1998 com o sempre ótimo Liam Neeson. Pode-se estranhar um pouco essa nova versão musicada mas ainda assim vale a pena conferir até porque Jackman (Wolverine) e Anne Hathaway (Mulher Gato no ultimo Batman) já foram premiados no Golden Globe e SAG Awards e espera-se pelo Oscar ao final do mês.

Adaptação Musical

Adaptação Musical

Anúncios

LINCONL

LINCONL. Dir: Steven Spielberg. Com Daniel Day Lewis, Sally Fields, David Stratham

Finalmente chegou no Brasil a cinebiografia de Abraham Linconl que já deu a Daniel Day Lewis o Globo de Ouro de melhor ator e agora caminha para o Oscar 2013. Outra grata surpresa é a presença da veterana Sally Fields no papel da mulher de Linconl e que estava afastada das telas, trabalhando muito tempo na série de tv “Brothers & Sisters” no papel da matriarca da família. A chegada do filme de Steven Spielberg, no entanto,  NÃO é A PRIMEIRA VEZ que o cinema mostrou a trajetória deste grande líder que foi o 16º presidente americano. Recentemente, Robert Redford filmou a história do julgamento dos envolvidos em seu assassinato em “Conspiração Americana” (The Conspirator – 2010) e além disso houve a bizarrice “Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros” (2012) de Timur Bekmambetov.

Abraham Lincoln nasceu em 12 de Fevereiro de 1809 no condado de de Hardin no Kentucky, Estados Unidos , filho dos camponeses Thomas Lincoln e Nancy Lincoln. Quando pequeno viveu numa casa de madeira, a beira da floresta, se mudando para Indiana em 1816, quando sua família perdera os 600 acres de terra que possuíam, e fixando moradia lá até os 21 anos. Antes disso, no entanto, tivera outros revezes como a morte da mãe quando ele tinha nove anos, e logo em seguida, a morte da irmã mais velha quando esta dava à luz. Se por um lado tais fatos lhe infligiram dor, por outro forjou-se em seu espírito uma capacidade de superação. Quando seu pai se casou pela segunda vez,  com Sarah Bush Johnston, que ficou responsável por sua instrução, não significou que a vida não lhe poria menos à prova. Teve vários empregos como lenhador, barqueiro, demarcador de terras transitando por vários lugares e conhecendo de perto as mazelas de sua nação, sem nunca abandonar o hábito da leitura essencial para sua formação posterior em advogado,  e para os cargos públicos que viria a desempenhar na Assembléia de Illinois e mais tarde no Congresso Nacional, sempre defendendo a causa dos pobres, dos desfavorecidos e se opondo à escravidão.

Esse período da vida de Lincon foi filmado em 1939 por John Ford em “A Mocidade de Lincoln” (Young Mr.Lincoln) com Henry Fonda,  que chegou a recusar a princípio o papel principal por se sentir intimidado em representar Lincoln. Convencido por Ford, Henry Fonda teria depois declarado que se sentia como se estivesse representando Cristo. Fonda era mais baixo que o presidente e, por isso, precisou botas especiais que o fizesse parecer mais alto. Filmado em locações na California, o filme de John Ford cobre dez anos da vida de Lincoln antes que este desempenhasse seu papel fundamental nos eventos que o levariam à presidência do país e durante o início de sua prática de direito. John Ford voltaria a filmar sobre Lincoln com Raymond Massey (1896-1983) fazendo o presidente em papel secundário em “A Conquista do Oeste” (How The West was won – 1962) que traça um ambicioso painel do desbravamento das fronteiras do oeste, cobrindo eventos como a corrida do ouro, a guerra de secessão e a construção da ferrovia. O super elenco trazia grandes nomes da época como Gregory Peck, James Stewart, Henry Fonda, Debbie Reynolds, John Wayne entre outros.

Abe, como ficou carinhosamente conhecido, casou-se em 1842 com Mary Todd, quatro anos antes de se eleger Deputado Federal e comprando , então, briga com o Presidente James Polk por se declarar contrário à invasão de terras mexicanas que levou à anexação de novos territórios para uma nação relativamente jovem que se expandia gradativamente formando dois polos: O norte industrializado com mão-de-obra operária, berço do partido Republicano, que Lincoln ajudara a fundar e o sul aristocrata com economia baseada na mão-de-obra escrava. Os atritos entre o norte e o sul se acirraram principalmente quando em 1854 o senador Stephen A. Douglas apresentou uma lei que permitiria que os colonos nos territórios do Kansas e Nebraska poderiam ignorar o acordo assinado em 1820 que proibia a escravidão nos estados ao norte do Missouri. Mesmo perdendo uma vaga no Senado em 1858, Lincoln ganhou força suficiente para se candidatar à presidência do país em 1860 ao fim do mandato do presidente James Buchanan. Quando se elegeu, Lincoln enfrentou a reação dos estados do sul que ameaçavam deixar a União. Vários deles o fizeram e formavam os Estados Confederados da América, rejeitando qualquer tentativa de conciliação e levando ao conflito inevitável que ficou conhecido como “Guerra de Secessão”.

Lincoln governou com determinação férrea combatendo o espírito separatista, o preconceito e a intolerância. Proclamou a libertação dos escravos do sul em 1862, ainda em plena guerra, provando ao mundo que manteria a soberania de seu governo sobre os estados rebeldes. Lincoln reunificou o país pondo um fim à guerra em 1864. Sua vitória garantiu a reeleição pelo Partido da União Nacional unindo Republicanos e Democratas como parte da reunificação do país, mas seu segundo mandato seria breve. Lincoln irritou profundamente os extremistas inconformados com a derrota, principalmente quando anunciou planos para legitimar o voto dos negros. O fim chegou em 15 de Abril de 1865, quando durante a apresentação da peça “Our American Cousin”, no Teatro Ford em Washington, Lincoln foi assassinado com um tiro na nuca disparado pelo ex-ator e espião confederado John Wilkes Booth. Lincoln morreu na manhã do dia seguinte aos 56 anos.

 

Daniel Day Lewis

Daniel Day Lewis

 

Daniel Day Lewis & Sally Fields

Daniel Day Lewis & Sally Fields

 

 

 

 

JOÃO E MARIA – CAÇADORES DE BRUXAS

Hensel & Gretel – Witch Hunters.  Dir; Tommy Wirkola. Com Jeremy Renner, Gemma Atherton, Fanke Jansen.
Lançado na última sexta feira, esse filme de fantasia e ação é mais um investimento de Hollywood no filão dos contos de fadas reciclados. Depois de Branca de neve e Chapeuzinho Vermelho (A Garota da Capa Vermelha) , o conto infantil da vez é aquela história dos dois irmãos que se perdem na floresta e acabam enfrentando uma bruxa. Reciclada nas telas, os irmãos tornam-se caçadores de bruxas adultos e investigam o desaparecimento de crianças de uma região , o que is levará a confrontar novamente aquele monstro do passado.
O filme acertou no gosto popular aqui no Brasil já que a bilheteria de estréia foi boa tirando o sucesso de “De Pernas Para o Ar 2” do primeiro lugar. No elenco Jeremy Renner que ano passado protagonizou “O Legado Bourne”, além de ter participado anteriormente de filmes como “Missão Impossivel – Protocolo Fantasma” e “Os Vingadores” em papéis de destaque, mostrando que o moço deve ter um agente muito bom. Dividindo a tela com ele está a atriz britânica Gemma Atherton que já foi notada em “Fúria de Titâs” (2010) como Io e “Quantum of Solace” (2008) ao lado de Daniel Craig no papel de uma das conquistas de James Bond. A bruxa ficou com Fanke Jansem lembrada por todos como a Jean Grey da trilogia dos X Men. Enfim, não é um filme ruim se você embarcar na reinvenção da fábula descompromissadamente, mas também não deixará impressão melhor dessa tendência Hollywoodiana que tomara passe logo.

Jeremy Renner & Gemma Atherton

Jeremy Renner & Gemma Atherton

Famke Jansen

Famke Jansen

por adilson69

ESTRÉIAS DA SEMANA : 18 DE JANEIRO

O ÚLTIMO DESAFIO
(The Last Stand) Dir:Kim Jee Woon. Com Arnold Schwarzenegger, Rodrigo Santoro, Luis Guzman, Forrest Whitaker, Johnny Knoxville, Harry Dean Stanton, Eduardo Noriega.
O coreano Kim Jee Woon é o diretor por trás da volta de Arnold Schwarzenegger às telas. O ex Conan e ex Exterminador foi um dos maiores astros do gênero ação nos anos 80 e ínico dos 90. Depois que terminou seu mandato de “Governator” na Califórnia fez participação ao lado de Stallone e outros brutamontes mercenários. Schwarza estrelou um filme pela última vez há exatos dez anos (O Exterminador do Futuro 3) e mostrando a seus fãs que ainda é Duro na Queda apesar de seus quase 66 anos completos (em Julho desse ano) . Seu papel é o de xerife de uma cidade fronteiriça que precisa coordenar sua equipe de uma grande ameaça quando um chefão das drogas planeja fugir do território americano através da desprotegida Sommerton Junction na qual Schwarzenegger é o homem da lei. Atentem para as participações especiais de Forrester Whitaker (ganhador do Oscar de melhor ator em 2006 por “O Último Rei da Escócia”) no papel de agente do FBI e o nosso querido Rodrigo Santoro como assistente do Xerife. Enfim, é filme para quem gosta de ação, tiro e explosão. Pode divertir enquanto se aguarda outros projetos anunciados do senhor Governator como um novo Exterminador, Trigêmeos (que o unirá em cena a Danny DeVito e Eddie Murphy) e – acreditem – Conan Rei. Dá para ouvir o austríaco dizer ao fundo “I’ll be back’.

Schwarza - he is back

Schwarza – he is back

AMOR
(Amour). Dir: Michael Haneke. Com Jean-Louis Trintignant, Isabelle Huppert, Emmanuele Riva,
Para quem gostar de filmes mais realistas, então essa produção franco-austríaca será boa indicação. O filme mostra as mazelas da terceira idade e da proximidade da morte de um bem-amado através de casal de professores de música erudita, que já passaram dos 80, quando ela tem a saúde seriamente comprometida. Sua deterioração diante do impotente marido e a filha do casal move a narrativa que não está preocupada em finais felizes mas apenas em mostrar – de forma nua e crua – as dores que fazem parte do amor e da incompreensão de nossa própria mortalidade. O filme foi premiado ano passado com a palma de ouro em Cannes e esse ano com o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro. Está também indicado ao Oscar de melhor atriz (Riva – veterana atriz francesa que fez mais teatro que cinema e é agora a atriz mais velha a ser indicada ao prêmio da Academia), melhor roteiro original e melhor filme e melhor filme estrangeiro.

Emanuela  Riva

Emanuela Riva

DJANGO LIVRE

(Django unchained) Dir:Quentin Tarantino. Com Jamie Foxx, Leonardo DiCaprio, Christopher Waltz, Kerry Washington, Samuel L.Jackson.
Para quem não souber, “Western spagehti” foi uma variação do faroeste realizada na Itália nos anos 60 que explorava a violência ao máximo, mostrava pistoleiros destituídos de qualquer glamour e incluí humor na receita. Além de nomes como Sergio Leone, Clint Eastwood, Giulianno Gemma, Lee Van Cleef entre outros, Franco Nero estrelou “Django” a quem Tarantino faz referência direta aqui, uma homenagem que revisita esse sub-gênero que sempre atraiu admiradores.
Django, papel que quase foi para Will Smith, é interpretado por Jamie Foxx (Oscar por “Ray” em 2004) um escravo comprado por caçador de recompensas por ser o único capaz de identificar os homens que persegue. Como retribuição, o caçador (Christopher waltz – premiado com o Golden Globe de melhor ator coadjuvante) ajuda Django a libertar sua esposa escrava de um cruel fazendeiro (DiCaprio – ótimo) o que os colocará em rota de colisão com o racismo vigente e com a amoralidade de uma sociedade que faz da supremacia branca seu motor propulsor que legitima qualquer ação. Não é filme para qualquer telespectador. Para apreciar o filme de Tarantino é necessário saber apreciar a estética desse faroeste sujo e por que não dizer por vezes engraçado que não faz concessões à sensibilidade da platéia.

Django e seu inimigo

Django e seu inimigo

por adilson69

OSCAR 2013 : AS INDICAÇÕES

Foi divulgada na manhã desta quinta-feira dia 10 de Janeiro os indicados ao Oscar 2013. “Linconl” de Steven Spielberg recebeu um total de 12 indicações, o que inclui seu famoso diretor e Daniel Day Lewis em impressionante caracterização. Deste ainda vale a pena mencionar a indicação da excelente Sally Fields (a Tia May do “Espetacular Homem Aranha) que é veterana e havia muito tempo estava sem a devida atenção da mídia, tendo atuado um bom tempo na Tv no papel de matriarca da série “Brothers & Sisters”) . “As Aventuras de PI” de Ang Lee vem com 11 indicações. Já era esperado também as indicações de “Argo” de Ben Affleck, 6 ao todo embora Affleck tenha ficado de fora tanto como diretor como de ator. A grande surpresa ficou por conta da indicação da pequena Quvenzhané Wallis, de 9 anos, como melhor atriz por “Indomável Sonhadora”. O grande sucesso de “007 – Operação Skyfall” levou à indicação deste como melhor fotografia, mixagem de som,  edição de som, e – claro – a canção título do filme na belíssima voz de Adele. Na melhor animação vem os títulos “Paranorman”, “Frankenweenie” , “Piratas Pirados”,  “Detona Ralph” e  “Valente” , os dois últimos da Disney. Lamentável a ausência do cinema brasileiro, já que o ótimo “O Palhaço” de Selton Mello foi ignorado pela Academia. A 85ª cerimônia de entrega dos Academy Awards será realizada em 24 de Fevereiro, apresentado por Seth MacFarlan e Emma Stone. Seguem abaixo a lista completa:

85 ª Academy Awards

85 ª Academy Awards

Melhor Filme
“Indomável sonhadora”
“O lado bom da vida”
“A hora mais escura”
“Lincoln”
“Os Miseráveis”
“As aventuras de Pi”
“Amor”
“Django livre”
“Argo”

 

Daniel Day Lewis

Daniel Day Lewis

Melhor Diretor
Michael Haneke (“Amor”)
Benh Zeitlin (“Indomável sonhadora”)
Ang Lee (“As aventuras de Pi”)
Steven Spielberg (“Lincoln”)
David O. Russell (“O lado bom da vida)

Melhor Ator
Daniel Day-Lewis (“Lincoln”)
Denzel Washington (“Voo”)
Hugh Jackman (“Os miseráveis”)
Bradley Cooper (“O lado bom da vida”)
Joaquin Phoenix (“O mestre”)

 Melhor Atriz

Naomi Watts (“O impossível”)
Jessica Chastain (“A hora mais escura”)
Jennifer Lawrence (“O lado bom da vida”)
Emmanuelle Riva (“Amor”)
Quvenzhané Wallis (“Indomável sonhadora”)

Quvenzhané Wallis

Quvenzhané Wallis

 Melhor Ator coadjuvante

Christoph Waltz (“Django livre”)
Philip Seymour-Hoffman (“O mestre”)
Robert De Niro (“O lado bom da vida”)
Tommy Lee Jones (“Lincoln”)
Alan Arkin (“Argo”)

Melhor Atriz coadjuvante

Sally Field (“Lincoln”)
Anne Hathaway (“Os miseráveis”)
Jacki Weaver (“O lado bom da vida”)
Helen Hunt (“The sessions”)
Amy Adams (“O mestre”)

 Melhor Filme estrangeiro

“Amor” (Áustria)
“No” (Chile)
“War witch” (Canadá)
“O amante da rainha” (Dinamarca)
“Kon-tiki” (Noruega)

 Melhor Roteiro original

Michael Haneke (“Amor”)
Quentin Tarantino (“Django livre”)
John Gatins (“Voo”)
Wes Anderson e Roman Coppola (“Moonrise kingdom”)
Mark Boal (“A hora mais escura”)

Melhor Roteiro adaptado
Chris Terrio (“Argo”)
Lucy Alibar e Benh Zeitlin (“Indomável sonhadora”)
David Magee (“As aventuras de Pi”)
Tony Kushner (“Lincoln”)
David O. Russell (“O lado bom da vida”)

 Melhor Animação

“Valente”
“Frankenweenie”
“ParaNorman”
“Piratas pirados!”
“Detona Ralph”

valente

Melhor Documentário em longa-metragem
“5 broken cameras”
“The gatekeepers”
“How to survive a plague”
“The invisible war”
“Searching for a sugar man”

 Documentário em curta-metragem

“Inocente”
“Kings point”
“Mondays at Racine”
“Open heart”
“Redemption”

 Melhor Fotografia

“Anna Karenina”
“Django livre”
“As aventuras de Pi”
“Lincoln”
“007 – Operação Skyfall”

Melhor Edição
“Argo”
“A vida de Pi”
“Lincoln”
“A hora mais escura”
“O lado bom da vida”

 Melhor Trilha sonora original

Dario Marianelli (“Anna Karenina”)
Alexandre Desplat (“Argo”)
Mychael Danna (“As aventuras de Pi”)
John Williams (“Lincoln”)
Thomas Newman (“007 – Operação Skyfall”)

 Melhor Canção original

“Before my time”, de “Chasing ice” – J. Ralph (música e letra)
“Everybody needs a best friend”, de “Ted” – Walter Murphy (música) e Seth MacFarlane (letra)
“Pi’s lullaby”, de “As aventuras de Pi” – Mychael Danna (música) e Bombay Jayashri (letra)
“Skyfall”, de “007 – Operação Skyfall” – Adele (música e letra)
“Suddenly”, de “Os miseráveis” – Claude-Michel Schönberg (música), Herbert Kretzmer (letra) e Alain Boublil (letra)

 

Adele canta "Skyfall"

Adele canta “Skyfall”

Melhor Efeitos visuais
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“As aventuras de Pi”
“Os vingadores”
“Prometheus”
“Branca de Neve e o caçador”

 Melhor Edição de som

“Argo”
“Django livre”
“As aventuras de Pi”
“A hora mais escura”
“007 – Operação Skyfall”

Melhor Mixagem de som
“Argo”
“Os miseráveis”
“As aventuras de Pi”
“Lincoln”
“007 – Operação Skyfall”

 Melhor curta-metragem

“Asad”
“Buzkashi boys”
“Curfew”
“Death of a shadow (doos van een schaduw)”
“Henry”

Melhor Curta-metragem de animação
“Adam and dog”
“Fresh guacamole”
“Head over heels”
“Maggie Simpson in ‘The Longest Daycare'”
“Paperman”

Melhor Figurino
“Anna Karenina”
“Os miseráveis”
“Lincoln”
“Espelho, espelho meu”
“Branca de Neve e o caçador”

Melhor Design de produção
“Anna Karenina”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“Os miseráveis”
“A vida de Pi”
“Lincoln”

 Melhor Maquiagem e cabelo

“Hitchcock”
“Os miseráveis”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”

 

 

 

ESTREIAS DA SEMANA : 12 DE JANEIRO

JACK REACHER – O ÚLTIMO TIRO
(Jack Reacher) 2012. Dir: Christopher McQuarrie. Com Tom Cruise, Rosamund Pike, Werner Herzog. Ação.
– Primeira adaptação da série literária criada pelo inglês Lee Child sob o comando de Christopher McQuarrie, que fez o roteiro de “Os Suspeitos” e co-roteirizou “Operação Valquiria”. A história, saiu na verdade do 7º Livro de Child e mostra um ex-militar (Cruise), de passado misterioso e poucas palavras, auxiliando uma advogada (Pike) que defende um matador que pode ser bode expiatório de uma grande conspiração. Curiosa participação de Werner Herzog, diretor alemão de sucessos como “Aguirre a cólera dos deuses” e “Fitzcarraldo’ , pela primeira vez atuando e fazendo o papel do vilão. O filme tem ação brutal, sem fazer questão de ser politicamente correto.

Tom Cruise & Rosamund Pike

Tom Cruise & Rosamund Pike

UMA FAMÍLIA EM APUROS
(Parental Guidance) 2012. Dir: Andy Fickman. Com Billy Cristal, Bette Midler, Marisa Timei, Tom Everett Scott.
– Produzido pelo próprio Billy Cristal, lembrado até hoje pela inúmeras vezes em que apresentou o Oscar. Além de Cristal, o filme marca a volta de outra grande atriz americana que há muito estava afastada das telas, Bette Midler (Cuidado com as Gêmeas, O Clube das Desquitadas). Ambos fazem avós que precisam se virar para cuidar dos netos durante uma semana, enquanto a filha deles viaja de segunda lua de mel com o marido. O choque de gerações é o foco da narrativa e, embora , não seja a melhor das comédias – e nem pretende ser – o filme diverte principalmente para quem se identificar com as situações , muitas das vezes, esdrújulas, que envolvem a educação de crianças.

A Volta de Billy Cristal & Bette Midler

A Volta de Billy Cristal & Bette Midler

A VIAGEM
(Cloud Atlas). 2012; Dir: Tom Tykwer, Andy Wachowski, Lana Wachowski. Com Tom Hanks, Halle Berry, Hugo Weaving, Hugh Grant, Susan Sarandon;
– O filme acompanha seis histórias diferentes que atravessam os séculos e culminam num futuro pós apocaliptico. Os irmãos Wachovsky, da trilogia “Matrix” realizam um filme de narrativa confusa e pretensiosa, que se propõe a mostrar que passamos de uma vida após a outra, através de diferentes reencarnações com um destino a cumprir.

Tom Hanks & Halle Berry

Tom Hanks & Halle Berry

por adilson69

ESTRÉIAS DE 4 DE JANEIRO

Detona Ralph
(Wreck it Ralph) EUA 2012. Dir:Rick Moore. Vozes : John C.Reilly, Sarah Silverman.
Vilão dos video games entra em crise existencial e invade outros jogos à procura de uma nova chance de ser o moçinho. Assim pode ser resumido o novo desenho da Disney que mira certo no universo dos games. Prato cheio para os amantes do gênero e mais um sucesso indiscutível da Disney para as férias que agrada a crianças e adultos

Detona Disney, oops !!

Detona Disney, oops !!

PARIS-MANHATTAN
FR. 1977. Dir:Sophie Lellouch. Com Alice Tanglioni, Patrick Bruel. Michel Aumount.
Para quem viu “Sonhos de um sedutor” de Woody Allen, este fez uma ode ao fime noir e à figura mítica de Humphrey Bogart cujo fantasma dava conselhos sentimentais a um desastrado crítico de cinema interpretado pelo próprio Allen. A francesa Sophie Lellouch toma premissa similar para mostrar história de uma moça apaixonada pelos filmes de Allen e que ouve sua própria voz dialogando com ela como se fosse sua consciência a comentar os motivos que a levam a se sentir mal-amada ou incompreendida por todos. Não espere a profundidade intelectual dos filmes de Allen, mas ainda assim pode valer aos que gostam de filmes do gênero.

Para os fãs de Woody Allen

Para os fãs de Woody Allen

por adilson69