Nota

Imagem

Desde ontem , e seguindo até 26 de Janeiro, começou a mostra Stanley Kubrick no Instituto Moreira Salles cobrindo toda a carreira desse brilhante diretor em cópias digitalizadas. Kubrick (1928 – 1999) teve uma carreira versátil, nunca se prendendo a um único gênero e tendo ganhado a fama de perfeccionista, típica dos grandes gênios. O grande diretor, nascido em Nova York, dirigiu Kirk Douglas na super produção épica “Spartacus“.

Peter Sellers em "Dr.Fantástico"

Peter Sellers em “Dr.Fantástico”

Em 1960, realizou um dais maiores  paródias do cinema, “Dr.Fantástico” (Dr.Strangelove) produzido no auge da guerra fria e baseado no romance “Red Alert” de Peter George, mas substituindo o clima tenso do livro pelo humor negro já revelado pelo sub-título recebido “How I learned to stop worrying and Love the bomb” (Como eu aprendi a parar de me preocupar e a amar a bomba). O filme, eleito a 3ª maior comédia do cinema pelo AFI, trouxe Peter Sellers se dividindo em três personagens, entre eles o personagem título – um cientista louco com uma mão incontrolável que cria a bomba definitiva. O filme teve sua estreia adiada para Janeiro de 1964 devido à morte do Presidente Kennedy em Novembro de 1963 quando o filme seria inicialmente lançado.  É de Kubrick a direção da melhor adaptação de um livro de Stephen King para o cinema, o assustador “O Iluminado” (The Shining) de 1980, com Jack Nicholson e Shelley Duvall. Premiou a ficção científica com duas pérolas : “2001 – Uma Odisséia no Espaço” (2001 –  A Space Odissey) feito um ano antes do homem chegar à lua e de realismo impressionante mesmo revisto à luz da atualidade, adaptando o livro de Arthur C.Clarke e “Laranja Mecânica” (A Clockwork Orange) de 1975, e que foi severamente censurado no Brasil na época de seu lançamento devido ao seu conteúdo violento e várias cenas de nudez. Na segunda metade dos anos 80, Kubrick fez um retrato da guerra do Vietnã ainda mais cruel do que os filmes produzidos sobre o tema na época, “Nascido Para Matar” (Full Metal Jacket) também êxito de bilheteria. Depois de filmar o casal Tom Cruise e Nicole Kidman no deprimente “Olhos bem fechados” (Eyes Wide Shut) que consumiu dois anos para ser realizado, Kubrick alimentava a vontade de dirigir “AI – Inteligência Artificial” – projeto que guardava há tempos à espera de avanços tecnológicos e através do qual voltaria para a ficção científica, contudo um ataque cardíaco o impediu de seguir com o filme que veio a ser finalizado por Steven Spielberg.  Abaixo o link para o site do Instituto Moreira Salles com a programação da retrospectiva Stanley Kubrick , que inclui esses e outros filmes – inclusive os não famosos desse admirável cineasta.

2001 Uma Odisseia no Espaço

2001 Uma Odisseia no Espaço

  • Instituto Moreira Salles
  • Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
  • CEP: 22451-040. Rio de Janeiro – RJ
  • Tel.: (21) 3284-7400; Fax: (21) 2239-5559
  • De terça a domingo e feriados, das 11h às 20h

http://ims.uol.com.br/Mostra-Stanley-Kubrick/D1328

MOSTRA STANLEY KUBRICK EM JANEIRO

por Adilson Cinema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s