40 ANOS DE “O GRANDE GATSBY”

Redford & Farrow : Amantes que se reencontram.

Redford & Farrow : Amantes que se reencontram.

Já passaram 88 anos desde a primeira publicação de “O Grande Gatsby” e 40 anos desde sua  adaptação cinematográfica mais famosa. O livro escrito por F.Scott Fitzgerald ostenta hoje o posto de uma das maiores obras da literatura americana, contrariando a expectativa de muitos em sua própria época, quando sua tiragem inicial foi menor que 25000 cópias. Na verdade, foi somente após o fim da Segunda Guerra que o público norte-americano redescobriu o valor dessa obra – que ano passado foi mais uma vez adaptado para o cinema numa produção grandiosa, dirigida por Baz Luhrmann e com Leonardo DiCaprio no papel do sedutor e amargurado personagem que pode ser visto como um romântico incorrigível, mas cuja fortuna feita do nada lhe rende suspeitas de atos ilegais, o que não o impede de ser o anfitrião das festas mais badaladas de Long Island, atraindo todo tipo de parasitas e mulheres fascinadas com seu carisma e riqueza. Na qualidade de homem que enriquece do nada, Gatsby é a personificação  do “American Way of Life”, mas não apenas do glamour como também das contradições de uma América que caminharia ao longo dos anos 20 para uma crise que entraria para a história como resultado de um materialismo exacerbado e descontrolado que criou fortunas na mesma medida que destruiria vidas naqueles chamados “Roaring Twenties”, ou “Anos Loucos” como ficaram conhecidos os anos 20, uma década que vinha com as cicatrizes mal-curadas da primeira guerra e que antecipava o pesadelo que seria a Depressão.

Em 1971, Robert Evans comprou os direitos para uma nova adaptação e o roteiro foi entregue a Truman Capote (autor de “Bonequinha de Luxo”), mas este desagradou ao estúdio, a Paramount, ao transformar Nick em homossexual e a personagem Jordan em Lésbica. Capote foi destituído do cargo e o roteiro foi entregue a Francis Ford Coppola que terminou de escrevê-lo em três semanas. Evans, na época era casado com a atriz Alli McGraw (de “Love Story”) e pensava nela para o papel de Daisy com Warren Beatty como Gatsby. Este, no entanto, só se interessou pela direção e o papel central foi oferecido a Jack Nicholson, depois Steve MacQueen, que não o aceitou  e até mesmo Marlon Brando cujo alto salário pedido o desqualificou. Em meio à demora para o início das filmagens, McGraw foi trabalhar ao lado de Steve MacQueen em “Os Implacáveis” (The Getaway) 1972 e ambos se apaixonaram. MacGraw deixou Evans, que selecionou Mia Farrow (de “O Bebê de Rosemery”) para interpretar Daisy depois de considerar os nomes de Faye Dunaway, Natalie Wood, Candice Bergen e Cybill Shephard que se recusou a fazer teste para o papel. O papel de Nick Carraway, alter ego de seu autor foi para Sam Waterson e Gatsby veio a ser interpretado por Robert Redford, recém saído do mega sucesso “Golpe de Mestre” que filmara junto a Paul Newman repetindo a dupla de “Butch Cassidy”. Segundo Mia Farrow, em depoimento dado tempos depois, não havia muita química entre ela e Redford fosse em cena ou nos bastidores, já que o politizado ator acompanhava com afinco as investigações acerca do escândalo de Watergate, que culminaria com a queda do presidente Richard Nixon,  e que o próprio Redford filmaria anos depois em “Todos os Homens do Presidente” (1977). Curiosamente, o ator Howard da Silva, que interpretou Wilson (vizinho de Gatsby) na versão de 1949, aparece em papel menor no filme de 1974, dirigido por Jack Clayton. Essa versão é até hoje a mais famosa da obra desse grande autor e foi premiada com dois Oscars: melhor musical score e melhor figurino. Ainda viria uma versão feita para a Tv americana em 2000 com Toby Stephens e Mira Sorvino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s