TRAILLER : CAMINHOS DA FLORESTA

Into the Woods. Diretor: Rob Marshall. Com Emily Blunt, James Corden, Anna Kendrick, Meryl Streep, Chris Pine, Daniel Huttlestone, Lilla Crawford, Johnny Depp. MusicalDrama, Fantasia.

Na história. Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, Jack – do conto do pé de feijão –  e Rapunzel se unem pela história de um padeiro e sua esposa, que desejam formar uma família, mesmo tendo de lutar contra uma bruxa, que os amaldiçoou. Adaptação de musical da Broadway com produção dos Estudios Disney. ESTREIA AGUARDADA PARA 29 DE JANEIRO.

por Adilson Cinema

IN MEMORIAN : ROD TAYLOR

Jovial e Bonito

Dia 7 de Janeiro, morreu aos 84 anos, o ator Rod Taylor. A geração atual deve lembrá-lo como o Ministro Winston Churchill no filme “Bastardos Inglórios”, de Quentin Tarantino em 2009. Taylor, no entanto, firmou sua nome nos clássicos Hollywoodianos quando protagonizou “Os Pássaros” (The Birds) em 1963. Também viveu o papel principal de “A Máquina do Tempo” (The Time Machine) na clássica adaptação do livro homônimo de H.G.Wells filmada em 1960. Lembro também de sua personificação do lendário corsário Sir Francis Drake em “O Pirata do Rei” (seven Seas to Calais) de 1962. Apesar de seu carisma em cena, Rod Taylor viveu muitas vezes papel de coadjuvante como em “Domingo em Nova York” (Sunday in New York) de 1963 em que contracenou com Jane Fonda e Cliff Robertson, o excelente thriller “36 Horas” (36 Hours) de 1964 ao lado de James Garner e Eve Marrie Saint.

A Máquina do Tempo

A Máquina do Tempo

Seu ar de galã o levou a trabalhar ao lado de belas atrizes como Yvette Mimieux (com quem já havia trabalhado em “A Máquina do Tempo”)  em “Os Mercenarios” (The Mercenaries) de 1968 e Doris Day em “A espiã de Calçinhas de Renda” (The Glass Bottom Boat) de 1968 (meu favorito). Sua carreira foi além d circuito comercial de  Hollywood e inclui o clássico  “Zabrinksi Point” de Michelangelo Antonioni. Teve também passagem prolifica pela TV americana onde atuou em séries de Tv : “Hong Kong” (1960 e 1961) , “O Carro da Morte” (1971), “Oregan Trail” (1976) , “Missão Secreta” (1984) e “Os Fora da Lei” (1986). Nenhuma delas durou mais que uma ou duas temporadas. Além disso foi ator convidado em diversas outras como “Além da Imaginação”, “Assassinato por Escrito” e “Walker Texas Ranger”.

A Espiã de Calçinhas de Renda (Ao lado de Doris Day)

A Espiã de Calçinhas de Renda (Ao lado de Doris Day)

Rodney Stuart Taylor nasceu em 11 de janeiro de 1930 na Austrália. Casou três vezes, sendo que do segundo casamento teve sua única filha Felicia Rodrica Stuart Taylor, jornalista e comentarista de economia. Taylor tinha a imagem de um homem viril, charmoso e de classe. É essa imagem que fica para os fans que lembrarão dele e dos filmes que fez. Quiça não seja sua morte apenas uma viagem como a empreendida por seu personagem em “A Máquina do Tempo”. Seria ao menos poético. Que descanse em Paz !!

Winston Churchill, seu último papel

Winston Churchill, seu último papel

por Adilson Cinema

ELVIS 80 ANOS – THE KING LIVES FOREVER

the-king-elvis-presley

Ninguém duvida que Elvis Presley é um dos maiores ícones da cultura pop mundial, devidamente reconhecido como o Rei do Rock. Nascido em 8 de Janeiro de 1935, Elvis Aaron Presley cresceu em uma família humilde, com fortes valores morais que norteariam sua vida pessoal e profissional. O fato é que mesmo tendo se tornado o ídolo de muitos, Elvis nunca deixou de ser aquele garoto do interior: Generoso, educado, temente a Deus e fiel a suas promessas. Ainda que o direcionamento de seu empresário, o Coronel Tom Parker, fosse injusto com tamanho talento e o engessasse com decisões equivocadas, Elvis nunca o deixou. Sempre esteve ao lado de sua mãe, mesmo que seus cuidados fossem excessivos ou desmedidos.

Elvis fez ao todo 36 filmes entre 1956 e 1970. Seu sonho era ser ator em Hollywood e quase conseguiu o principal papel masculino no clássico “Amor Sublime Amor” (West Side Story) de 1961, mas o Coronel o impediu em favor de filmes mais água com açucar que ele pudesse controlar. Ainda assim, seus filmes, comédias românticas em sua maioria, são um pedaço de sua carreira,com trilha sonora marcante com hits como “Love me Tender” (título de seu primeiro filme), “Rainbow”, “King Creole” (também título de filme), entre outros. Cantou e dançou ao lado de nomes como Juliet Prowse, Ursula Andress, Mary Ann Mobley (recentemente falecida), Deborah Walley, Yvonne Craig, Shelley Fabares e Ann Magret (com quem reza a lenda ele teria tido um caso. Elvis serviu ao exército em período manobrado pelo Coronel fazendo do Rei do Rock um exemplo de bom-moçismo e patriotismo que calou a veia rebelde e inconformista destilada nos anos 50 quando ficou conhecido como o branco com voz de negro, poderosa voz que nunca o abandonou misturando os acordes do gospel com o rhythm ‘n blues. Balançando, mexendo a pelvis em ritmo provocante, chorando em canções românticas que predominaram em seu final de carreira, Elvis fez de tudo, começou e seguiu até o fim com um estilo influente e envolvente que impulsionou seu nome na eternidade. Vejamos abaixo uma breve vislumbrada nos meus filmes favoritos de Elvis:

1- O PRISIONEIRO DO ROCK N’ROLL.(JAILHOUSE ROCK) EUA 1957. DIR: RICHARD THORPE. COM JUDY TYLER, MICHAEL SHAUGHNESSY, DEAN JONES. Um de seus números mais memoráveis é Elvis no presídio cantando e dançando com os demais prisoneiros. O filme foi escolhido para entrar no Registro Nacional dos Filmes nos estados Unidos para ser preservado.

jrock

2- BALADA SANGRENTA (KING CREOLE) EUA 1958. DIR: MICHAEL CURTIS. COM CAROLYN JONES, DEAN JAGGER, WALTHER MATHAU. Elvis em papel que seria interpretado por James Dean que falecera naquele ano.

king creole

3- SAUDADES DE UM PRAÇINHA (G.I.BLUES) EUA 1960. DIR: NORMAN TAOROG. COM JULIET PROWSE, ROBERT IVRES.Um dos campeões da Sessão da Tarde traz Elvis em excelentes números de canto e dança ao lado da ótima Juliet Prowse.

giblues

4- AMOR À TODA VELOCIDADE (VIVA LAS VEGAS) EUA 1964. DIR: GEORGE SIDNEY. COM CESARE DANOVA, ANN MAGRET. Elvis & Ann Margret  mostram uma química e tanto nas cenas. Por causa de uma cena em que os personagens de ambos se casam, os jornais americanos noticiaram que Elvis e Ann Magret haviam se casado de verdade criando sérios desentedimentos entre o Rei e sua esposa Priscilla.

viva las vegas

5- FEITIÇO HAVAIANO (BLUE HAWAII) EUA 1961. DIR: NORMAN TAOROG. COM ANGELA LANSBURY, JOAN BLACKMAN. Um dos filmes mais reprisados na sessão da tarde. Elvis e o Havaí formavam a magia perfeita para um romance juvenil. Foi a trilha sonora dos filmes de Elvis mais vendida também.

blue hawai

6- MINHAS TRÊS NOIVAS (SPINOUT) EUA 1966. DIR: NORMAN TAOROG. COM DIANE MCBAIN, SHELLEY FABARES, DEBORAH WALLEY. O mais cômico dos filmes com três lindas gatas sonhando em conquistar o coração do rei que só pensa em corrida. Tente descobrir com quem ele vai ficar. Durante as filmagens, Elvis foi visitado pelo então presidente Lyndon Johnson.

spinout

7- CHARRO (CHARRO) EUA 1969. DIR; CHARLES M. WARREN. COM INA BALIN, ViCTOR FRENCH.. Western sério sem números musicais, sendo a única canção do filme a que é tocada durante os créditos. Cárater dramático mais acentuado mostrando que Elvis podia oferecer mais que filmes agua com açucar.

charro

8- O SERESTEIRO DE ACAPULCO (FUN IN ACAPULCO) EUA 1963. DIR: RICHARD THORPE. COM URSULA ANDRESS, ALEJANDRO REY.. Elvis ao lado da belíssima Ursula Andress., a primiera bond girl ummano depois de “007 contra o satânico Dr.No”.

Elvis e Ursula Andress

9- COM CAIPIRA NÃO SE BRINCA (KISSIN’ COUSINS) EUA 1964. DIR; GENE NELSOM. COM YVONNE CRAIG, ARTHUR O’CONNEL. Elvis em papel duplo como primos gêmeos e que não se entendem bem. O rei teria detestado o peruca loira que teve de usar. A atrriz Yvonne Craig foi a batgirl do antigo seriado de tv do Batman.

kissin cousins

10- TALHADO PARA CAMPEÃO (KID GALAHAD) EUA 1962. DIR: PHIL KARLSON. COM CHARLES BRONSON, GIG YOUNG, LOA ALBRIGHT. Elvis em papel de pugilista, treinado por Charles Bronson, papel que foi vivco por Humphrey Bogart na década de 30. Logo se trata de uma refilmagem.

Kid-Galahad-1962

por Adilson Cinema