BOND 11 : 007 CONTRA O FOGUETE DA MORTE

No final dos anos 70, os produtores desistiram de filmar “007 Somente Para Seus Olhos”, conforme anunciado no final do filme anterior e decidiram que a 11ª aventura de Bond deveria se passar no espaço, isso devido ao novo boom de ficção científica provocado pelo fenômeno “Star Wars”. O único livro de Ian Fleming que se encaixava em uma adaptação dessas era “Moonraker”, escrito em 1955 como a 3º aventura literária de Bond. Contudo, livro e filme seriam completamente distintos um do outro.

jbbr_rm_mr_poster

No livro, Bond investiga o desaparecimento de um foguete experimental (muito antes do auge da corrida espacial ou mesmo da missão Apollo 11) que é desenvolvido com o propósito de lançar uma ogiva nuclear para destruir Londres. Contudo, toda a história se passa na Terra e Bond, em momento algum, pisa em um foguete, ou vai ao espaço. No filme, o “Moonraker” é um ônibus espacial norte-americano emprestado aos britânicos que desaparece misteriosamente. A investigação leva Bond às Industrias Drax que pretende lançar um vírus mortal para dizimar a raça humana, salvando apenas aqueles que julgar merecedores para construir um novo mundo. O vilão Hugo Drax (Michael Lonsdale) foi criado por Ian Fleming tendo em mente o vilão Robur do livro de Jules Verne “Master of the World”. Na verdade, a trama é quase uma variação do mesmo tema do filme anterior (007 O Espião Que me Amava) só que trocando o mar pelo espaço na visão megalomaníaca do vilão. O filme ainda traz de volta o capanga Jaws (Dentes-de-aço) que se redime ao final. No livro, no entanto, não tem Jaws, nem a Dra.Holly Goodhead (a Bond girl do livro se chama Gala Brand) e nem tem a passagem de Bond  pelo Brasil.

moonraker

ROGER MOORE & LOIS CHILES

Esta foi filmada no Pão de Açúcar onde Bond (Moore) e a Dra.Goodhead (Lois Chiles, que estava grávida na época das filmagens) são encurralados dentro do bondinho, mas escapam da morte certa quando deslizam pelos cabos antes que o terrível Jaws os parta com os dentes. O roteiro de Christopher Wood ainda coloca Bond no meio das ruas cariocas em pleno Carnaval, em uma representação caricatural que em nada colabora para o bom desenvolvimento da trama. A direção ficou a cargo de Lewis Gilbert, que dirigira outros dois filmes da franquia (Com 007 Só se Vive Duas Vezes e 007 O Espião Que Me Amava) e na trilha sonora, Shirley Bassey retorna pela terceira vez para cantar a música-tema (É dela a voz na abertura de Goldfinger e Os Diamantes São Eternos) depois de Frank Sinatra e Johnny Mathis serem inicialmente escolhidos e depois desistirem. Outra quase escolha para gravar a canção tema foi a cantora britânica Kate Bush.

AÇÃO NO PÃO DE AÇUCAR

AÇÃO NO PÃO DE AÇUCAR

Foi o último filme de Bernard Lee como M, o chefe de Bond, que falecera pouco tempo depois antes de se iniciar a produção do filme seguinte. Quando as filmagens de “007 Contra o Foguete da Morte” começaram a NASA ainda não tinha terminado o design do Ônibus Espacial: O Columbia ainda não havia sido construído e o Enterprise ainda faria seu primeiro teste de vôo. O roteirista Tom Mankiewicz chegou a escrever um outro roteiro para o filme, sendo algumas de suas ideias seriam reaproveitadas para “007 Contra Octopussy” e “007 Na Mira dos Assassinos”. O que muitos não sabem é que a atriz brasileira Adele Fátima chegou a filmar como a personagem Manuela, mas teve suas cenas com Roger Moore cortadas e substituídas por Emily Bolton. Segundo algumas fontes, o motivo da troca seria ciúmes da esposa de Roger Moore. Curiosamente, no filme Roger Moore teria uma cena de amor com a atriz francesa Corinne Clery, que interpreta a assistente de Hugo Drax, e que protagonizou o clássico do masoquismo no cinema “A História de O”

HUGO DRAX

HUGO DRAX

Apesar de ser um filme fraco, o filme lucrou bastante, tendo custado em torno de $34 milhões,  mais do que a soma dos 6 filmes produzidos pela EON  e tendo tido um retorno fabuloso na bilheteria mundial de mais de $200 milhões de dólares, números que seriam superados apenas em 1995 com “007 Contra Goldeneye”. Bond retorna dois anos depois em “007 Somente Para Seus Olhos”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s