CLÁSSICO REVISITADO: 0S 40 ANOS DE “A PROFECIA”.

“Aquele que tem entendimento
Calcule o número da besta,
Pois é número de homem.
Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis”.

Depois que vampiros e lobisomens cansaram o público, o gênero terror, entre o final da década de 60 e toda a década de 70, viu se proliferar o terror “satânico”. Depois do sucesso de “O bebê de Rosemary” (Rosemary’s baby – 1968) e “O Exorcista” (The Exorcist – 1973), a Fox decidiu investir no gênero e escolheu a história escrita por David Seltzer, que admitiu tê-lo feito apenas para ganhar dinheiro, abordando a profecia bíblica da chegada do anti-cristo à terra.

a-profecia-1

LEE REMICK & HARVEY STEPHENS

Com orçamento de $2.800.000, a Fox contratou o diretor Richard Donner (vindo de carreira prolífica na Tv) que usou o roteiro de David Seltzer. A história é desenvolvida a partir da morte do filho recém nascido do embaixador norte-americano Robert Thorne (Gregory Peck), que decide adotar uma criança falecida no parto na mesma ocasião, e sem que sua esposa suspeite. O casal parece viver tranquilo com o passar dos anos ocorrências bizarras abalam a felicidade do casal: A babá do pequeno Damien (Harvey Stephens) comete suicídio, um padre tenta alertar Robert e é impalado por um pára-raio. Relutante, Robert investiga com o fotógrafo Jennings (David Warner) cujas fotos revelam a futura morte de todos os envolvidos. Depois que Katherine Thorn (Lee Remick), sua esposa, morre tragicamente, Robert se convence a procurar o exorcista e arqueólogo Bugenhagen (Leo McKern) que lhe revela que Damien é o Anticristo previsto no livro do Apocalipse, nascido na sexta hora , no sexto dia do sexto mês do calendário cristão.

a-profecia-1976-1-350x320

GREGORY PECK

O filme de Donner se divide entre um drama familiar sobre uma família em crise e uma trama investigativa com elementos sobrenaturais. O diretor consegue conduzir a trama com equilíbrio sem jamais se entregar ao terror explícito, preferindo uma abordagem mais psicológica. O tempo todo paira a dúvida não apenas em Robert, mas também no espectador, reforçado pelo olhar angelical de Damien que é conduzido ao seu destino profetizado, aparentemente inconsciente de sua condição. A sutileza da narrativa contrapõe com a trilha sonora assustadora de Jerry Goldsmith, vencedor do Oscar.

crianca-filme-profecia2

HARVEY STEPHENS EM 1976 & ATUALMENTE

O filme foi planejado para ser estrelado por Charlton Heston (Ben Hur, Planeta dos Macacos), que acabou não fechando contrato e o papel foi oferecido a William Holden. Este recusou por não querer fazer parte de um filme que fala do demônio. Depois que o filme fez sucesso, Holden se arrependeu e acertou o papel de Richard Thorne, irmão de Robert, na sequência “Damien – A Profecia II” (Damien – The Omen II – 1978).  Gregory Peck aceitou o papel como forma de expiar os sentimentos paternos depois que seu filho cometeu suicídio, e o nobre ator se culpava muito por sua ausência.

poster-omen

POSTER ORIGINAL DO FILME

Assim como em outros filmes do gênero, “A Profecia” coleciona histórias de acidentes durante as filmagens sugerindo uma maldição cercando elenco e equipe técnica : O avião que Gregory Peck tomaria para filmar (mas desistiu) em Israel caiu e matou todos a bordo. O hotel onde estava o diretor Richard Donner sofreu atentado a bomba e um dos funcionários do safári visitado por Damien apareceu morto no dia seguinte às filmagens, atacado por um leão. Fato ou ficção, o filme se beneficiou das histórias e a Fox o lançou em 6 de Junho de 1976, data bem apropriada.

O filme gerou três continuações, sendo a última feita para a TV. Em 2006 foi refilmado e ainda teve uma série de Tv recente, já cancelada. Eu assisti ao filme original pela primeira vez na TV Manchete, onde foi exibido em Junho de 1983. Lembro que me impressionou a cena final no cemitério quando Damien (Stephens) olha para a câmera e sorri diabolicamente. O curioso é que a cena não estava no script. O efeito você pode conferir assistindo o filme.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s