HAPPY BIRTHDAY, DORIS DAY

doris-day-ca-1960s-everett                    Foi paixão a primeira vista, essa loira virginal de sorriso maior que a vida sabia cantar e encantar como ninguém. A primeira que a vi foi no papel de Jo MacKenna cantando “Que será será” ao piano no desfecho do clássico de Alfred Hithcock “O Homem que Sabia Demais” (The Man who Knew Too Much) de 1956. Doris estava maravilhosa como a mãe desesperada para salvar a vida do filho sequestrado, com uma canção de ninar.

dayhudson

                      Doris Mary Ann Kappelholf é uma lenda viva completando 97 anos nesse dia 3 de Abril. Nascida em 1922 em Cincinnati, filha de uma dona de casa e um professor de música. E a música foi sua vida, Doris ingressou na orquestra de Les Brown, nos início dos anos 40, época a que se referiu posteriormente como a melhor de sua vida. Doris tinha sonhos de ser dançarina, mas um acidente de carro aos 14 anos destruiu esse sonho, mas não a derrotou. Doris jamais se sentiu derrotada, ou ao menos jamais se deixou levar por esse sentimento. Fez carreira solo quando deixou a banda de Les Brown e com a gravação, em 1945, de “Sentimental Journey” alcançou a fama,  e nunca mais deixou de fazer brilhar seu nome.

Doris_Day_1953_Calamity_Jane

              Nos anos que se seguiram gravou mais de 600 canções, e foi escolhida para assinar um contrato com a Warner em 1948 para atuar em “Romance em Alto Mar” (Romance on The High Seas). Da Warner, foi mais tarde para a Metro e para a Universal, filmando todos os tipos de filmes. Doris, no entanto, sempre foi muito subestimada, ainda que tenha sido indicada ao Oscar de 1959 por seu papel de Jan Morrow em “Confidências à Meia Noite” (Pillow Talk), primeiro dos três filmes que fez com Rock Hudson, e que deu o pontapé inicial em uma amizade que durou até o fim da vida de Hudson. Doris colecionou apelidos zombeteiros como “senhorita requeijão” ou “virgem profissional” (este último lhe foi atribuido por Groucho Marx), mas Doris sempre foi uma dama, ignorando a zombaria e fazendo papeis diversos embora ficasse marcada como a namoradinha da América Eisenhower, adentrando os anos 60 com uma aura virginal que lhe acompanhou em vários papeis, mesmo que não estivesse interpretando uma senhorita.

doris sera

            Foi muito elogiada no papel da cantora Ruth Etting em “Ama-me ou esqueça-me” de 1955, experimentou o suspense não apenas com o filme de Hithcock mas também em “A Teia de Renda Negra” (Midnight Lace) de 1960. Trabalhou ao lado de astros como Clark Gable (Um Amor de Professora), James Garner (Tempero do Amor), Ronald Reagan (Dilema de uma Consciência), Cary Grant (Carícias de Luxo), David Niven (Jamais Fomos Tão Felizes) etc.  Versátil como era se divertiu fazendo um papel de mulher masculina, a lenda do velho oeste Jane Calamidade em “Ardida como Pimenta” (Calamity Jane) em 1953 e conquistou o Oscar de melhor canção por “Secret Love”, hino do romantismo cinquentista, que embalou vários namoros.

rod taylor.jpg2

         Doris casou-se quatro vezes e teve um filho, Terry Melcher, e mesmo que nunca tenha tido um “felizes para sempre” digno de alguém que cantou o amor como ela, Doris exerceu o maior amor, o amor pela vida dos animais, causa que a motivou quando deixou Hollywood no final dos anos 60 e a Tv em 1973, quando foi a estrela de sua própria série de tv “The Doris Day Show”. A estrela ainda fez uma mulher atrapalhada confundida com uma espiã no divertido “A espiã de Calçinhas de Renda” (The Glass Bottom Boat) de 1966, do mestre Frank Tashlin. Em 1989, recebeu um prêmio Cecil B.De Mille por sua luta em defesa dos animais.

        Hoje ela vive reclusa, mas ainda apoia a causa dos animais através da “Doris Day Animal Foundation” e sua voz é ainda ouvida nas gravações que deixou, redescoberta sempre como no lançamento em 1º de Abril de “Doris Day Imagination”, mostrando que uma nova geração poderá se encantar com a estrela que gravou em meu coração “Whatever will be will be”. Doris Forever. I, We all love you!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s