ESTREIAS DA SEMANA: 1º DE FEVEREIRO

A FORMA DA ÁGUA

FORMA DA AGUA

(The Shape of Water) EUA 2018. Dir: Guilhermo Del Toro. Com Sally Hawkins, Doug Jones, Octavia Spencer, Michael Shannon, Richard Jenkins. Fantasia.

Há um clássico filme de monstro da Universal onde uma criatura anfíbia ataca os membros de uma expedição na Amazônia. A criatura se apaixona, sem ser correspondido, por uma bela mulher da equipe, o que significará um conflito inevitável entre humanos e monstro, entre instinto e razão, atração e repulsa. NÃO, o filme de Guilhermo del Toro não é refilmagem, mas certamente pega emprestado alguns elementos daquela reinventando a história tal qual uma versão aquática de “A Bela & A Fera”, mas com doses bem empregadas de erotismo, sentimentalismo e política. A criatura vivida por captura de movimento por Doug Jones (ele viveu papel semelhante em “Hellboy” e foi também o Surfista Prateado) serve de metáfora para minorias perseguidas por serem diferentes  e o contexto da guerra fria encontra ecos nas paranoias da era Trump. A excelente Sally Hawkins faz a faxineira muda que corresponde ao afeto do homem-peixe e fará de tudo para libertá-lo de seus captores, com a ajuda da melhor amiga vivida pela igualmente fantástica Octavia Spencer. Todos estão bem no filme, seja o vilão Michael shannon (o Zod de “O Homem de Aço”) ou o sensivel Richard Jenkins. Se o filme merece os prêmios recebidos e as 13 indicações ao Oscar, isso justifica–se pelo fato de que Del Toro é uma diretor equilibrado ao misturas elementos de love story ao clásssico filme de monstro, surpreende em sua essência e parece quebrar o preconceito que sempre acompanhou o gênero.