OSCAR 2018 – OS VENCEDORES

  • Ator Coadjuvante – Sam Rockwell, Três Anúncios para Um Crime
  • Maquiagem e Cabelo – O Destino de Uma Nação
  • Figurino – Trama Fantasma
  • Documentário- Ícaro
  • Mixagem de Som- Dunkirk
  • Edição de Som- Dunkirk
  • Direção de arte- A Forma da Água
  • Filme em Língua Estrangeira Uma Mulher Fantástica (Chile)
  • Atriz Coadjuvante- Allison Janney, Eu, Tonya

rs_600x600-180122095200-600.jimmy-kimmel-2018-oscars.12318

  • Curta de animação- Dear Basketball

  • AnimaçãoViva – A Vida É uma Festa
  • Efeitos Visuais- Blade Runner 2049
  • Edição – Dunkirk
  • Documentário em curta-metragem – Heaven Is a Traffic Jam on the 405
  • Curta-metragem  -The Silent Child
  • Roteiro Adaptado –Me Chame pelo Seu Nome
  • Roteiro Original –Corra!
  • Fotografia – Blade Runner 2049
  • Trilha Sonora Original – A Forma da Água
  • Canção Original –Remember Me, de Viva – A Vida É uma Festa
  • Direção – Guillermo del Toro, A Forma da Água
  • Melhor ator – Gary Oldman, O Destino de Uma Nação
  • Melhor Atriz – Frances McDormand, Três Anúncios para Um Crime
  • Melhor Filme – A Forma da Água

 

HISTÓRIAS DO OSCAR

           Hoje – véspera da 90ª cerimônia de entrega dos Academy Awards – decidi dividir com vocês histórias desse que é o mais famoso dos prêmios da indústria cinematográfica e que coleciona em sua história uma longa lista de injustiças e reconhecimentos que o tornaram popular mesmo entre os não cinéfilos. Estes tem no prêmio uma referência do que vale a pena ou não assistir, e a industria se movimenta abrindo oportunidades para carreiras que disputam a honraria tal qual um santo graal da sétima arte. Sou da época em que os agraçiados eram anunciados com a frase “And tthe winner is …”, hoje e já há bastante tempo trocada por “And the Oscar goes to”.

oscar 90

            Vários foram os mestres de cerimônias das premiações que acompanhei: Chevy Chase, Billy Cristal, Whoopi Goldberg, Steve Martin etc.. cada um com a inglória missão de equilibrar animosidades, apaziguar nervosismos e conduzir plateia e telespectadores ao redor do mundo, muitas das vezes com piadinhas que nem sempre funcionam, claro !!! Indicado 9 vzes, Paul Newman ganhou na sétima vez por “A Cor do Dinheiro” (The color of money) de 1986. Quando ganhou, Newman nem compareceu à cerimônia dizendo a um reporter “Ganhar um Oscar é como paquerar uma linda mulher por anos até que ela se rende um dia e você diz – Desculpe agora estou cansado.” Al Pacino venceu em “Perfume de Mulher” (Scent of a woman) de 1993, sua 8ª indicação. Caso de grande embaraço foi de Judy Garland que era apontada como a grande vitoriosa da noite de 30 de março de 1955, na 27º edição do evento, quando uma equipe de jornalistas montou câmeras no quarto do hospital onde Judy estava internada, acreditando também que sua atuação em “Nasce uma Estrela” (A Star is Born) seria premiada. Contudo, a vencedora foi Grace Kelly por “Amar é sofrer” (The Country Girl). Houve aqueles que se recusaram o prêmio como Marlon Brando em sua segunda vitória por “O Poderoso Chefão” (The Godfather). Na noite de 27 de março de 1973, no Dorothy Chandler Pavillion, Brando enviou uma representante vestida de india para recusar o prêmio em protesto contra o descaso e o mal tratamento dado aos nativos americanos ao longo do tempo. Pouco antes foi a vez de George C. Scott que desistiu do prêmio conquistado por “Patton – Rebelde ou Herói” (Patton) ficando em casa assistindo jogo de hoquei.

oscar 73

ROGER MOORE & LIV ULMANN ENTREGAM O OSCAR RECUSADO POR MARLON BRANDO A UMA INDIA

            Incrível como é longa a lista dos grandes nomes, atores, atrizes e diretores que deixaram sua marca no cinema sem nunca terem sido agraçiados com a estatueta dourada: Charles Chaplin, Alfred Hithcock, Orson Welles, Roddy MacDowell, Jerry Lewis, Tony Curtis, Kirk Douglas, Natalie Wood, Amy Adams, Glenn Close, Jamie Lee Curtis, Liam Neeson, John Malokvich só para citar alguns, sendo que houve aqueles que mesmo deixados de fora das premiações competitivas vieram a receber Oscars honorários pelo conjunto da obra, prêmios de consolação para carreiras maiores que a Academia.Entre esquecidos e vencidos o Oscar atravessou décadas desde sua primeira edição em 1929 e chega a sua 90ª edição com o recorde inabalável de Meryl Streap com sua 21ª indicação ao prêmio pelo seu papel em “The Post – A Guerra Secreta” (The Post). Esse ano, movido pelo movimento #metoo o Oscar ganhará uma atmosfera contestatória, desafiadora que o o apresentador Jimmy Kimmel terá que mediar diante de todo o mundo. Vamos conferir o que virá amanhã a partir das 20hs com transmissão pela TNT contando com os comentários sempre sábios do homem do Oscar, Rubens Ewald Filho, um mestre no que se trata de cinema.

meryl

MERYL STREAP TRÊS VEZES VENCEDORA E AGORA 21 VEZES INDICADA

OSCAR 2017 – OS VENCEDORES

A 89ª edição do Oscar terminou de forma incomum com o erro ao anunciar o prêmio de melhor filme, que não foi para “La La Land – Cantando Estações” por um equívoco com o envelope entregue para Warren Beatty. Conforme visto no video acima, depois de entregue aos produtores de “La La Land – Cantando Estações”, percebeu-se o erro e estes corrigiram e anunciaram o vencedor real que foi “Moonlight – Sob a Luz do Luar”. Em 89 premiações, isso nunca aconteceu, o que causou um desconforto e tanto. Mas, a cerimônia teve acertos que devem ser destacados como a vitória mais do que merecida para Viola Davis, como melhor atriz coadjuvante ou Emma Stone, como melhor atriz. Jennifer Aniston entrou em cena emotiva para anunciar o clip do In Memoriam que presta tributo para os astros e personalidades do cinema que faleceram em 2016, incluindo recentemente o ator Bill Paxton (Titanic, Twister, Aliens). Segue abaixo a lista dos vencedores:

Filme: Moonlight: Sob a Luz do Luar

Diretor: Damien Chazelle (por La La Land – Cantando Estações)

Ator: Casey Affleck (por Manchester à Beira-mar)

Atriz: Emma Stone (por La La Land – Cantando Estações)

Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (por Moonlight: Sob a Luz do Luar)

Atriz Coadjuvante: Viola Davis (por Um Limite Entre Nós)

 

 

HOLLYWOOD, CA - FEBRUARY 26: Actor Viola Davis, winner of the Best Supporting Actress award for 'Fences' poses in the press room during the 89th Annual Academy Awards at Hollywood & Highland Center on February 26, 2017 in Hollywood, California. (Photo by Frazer Harrison/Getty Images)

Vitória merecida de Viola Davis

Filme Estrangeiro: O Apartamento

Animação: Zootopia

Documentário: O.J.: Made in America

Roteiro Original: Manchester à Beira-mar

Roteiro Adaptado: Moonlight: Sob a Luz do Luar

Trilha Sonora Original: La La Land – Cantando Estações

Canção Original: City of Stars (de La La Land – Cantando Estações)

Emma Stone brilha no Oscar

Emma Stone brilha no Oscar

Edição de Som: A Chegada

Mixagem de Som: Até o Último Homem

Direção de Arte: La La Land – Cantando Estações

Efeitos Visuais: Mogli: O Menino Lobo

Montagem: Até o Último Homem

Fotografia: La La Land – Cantando Estações

Curta-metragem de Animação: Piper: Descobrindo o Mundo

Documentário em curta-metragemOs Capacetes Brancos

Curta-metragem live-actionSing

Maquiagem e Penteado: Esquadrão Suicida

Figurino: Animais Fantásticos e Onde Habitam

Filme Estrangeiro: O Apartamento

Animação: Zootopia

Documentário: O.J.: Made in America

Roteiro Original: Manchester à Beira-mar

Roteiro Adaptado: Moonlight: Sob a Luz do Luar

Trilha Sonora Original: La La Land – Cantando Estações

Canção Original: City of Stars (de La La Land – Cantando Estações)

Edição de Som: A Chegada

Mixagem de Som: Até o Último Homem

Direção de Arte: La La Land – Cantando Estações

Efeitos Visuais: Mogli: O Menino Lobo

Montagem: Até o Último Homem

Fotografia: La La Land – Cantando Estações

Curta-metragem de Animação: Piper: Descobrindo o Mundo

Documentário em curta-metragemOs Capacetes Brancos

Curta-metragem live-actionSing

Maquiagem e Penteado: Esquadrão Suicida

Figurino: Animais Fantásticos e Onde Habitam