ESTREIAS DA SEMANA: 18 DE ABRIL DE 2019

A MALDIÇÃO DA CHORONA

llorona

(The Curse of the Llorona) EUA 2019. Dir: Michael Chaves. Com Linda Cardellini, Raymond Cruz, Patricia Velasquez. Terror.

O filme adapta uma lenda mexicana, do século XVI, a de uma mulher que afogara os próprios filhos em um lago, se afogando logo em seguida. Chorando pela eternidade, a entidade volta do além à meia noite para pegar crianças que substituam seus filhos. No filme, uma assistente social (Cardellini, a Velma do filme “Scooby Doo”) se vê assombrada pelo espírito da chorona que ameaça levar seus dois filhos. Há várias vertentes dessa lenda urbana, mas o que importa são os sustos que vamos levar nesse novo exemplar do gênero “jump scare” que integra o universo iniciado por James Wan em “Invocação do Mal” e que inclui “Annabelle” e “A Freira”.

O GÊNIO & O LOUCO

Professor

(The Professor & The Mad Man) IRL 2019. Dir: Farhad Safiria. Com Sean Penn, Mel Gibson, Ioan Gruffudd, Jeremy Irvine, Natalie Dormer.  Drama.

Filme biográfico retratando a criação do dicionário Inglês de Oxford envolvendo duas figuras singulares, o professor James Murray (Gibson) e o esquizofrênico mas genial W.C. Minor (Penn). O filme além de mostrar um fato histórico que guarda muitas coisas curiosas é centrado em dois ótimos atores, ambos já tendo tido seus momentos de genialidade e loucura, seja em suas vidas pessoais ou profissionais.

CÓPIAS – DE VOLTA À VIDA

copias

( Replicas) EUA / CHI 2018. Dir: Jeffrey Nachmanoff. Com Keannu Reeves, Alice Eve, Amber Rivera. Ficção Cientifica.

Cientista traz de volta da morte a família que perdera em um acidente de carro, para isso as clona ignorando qualquer restrição científica ou moral. Curiosamente o filme foi filmado em 2016, e só chega agora em nossos cinemas. Apesar de uma trama interessante, bem ao sabor dos subtemas do gênero fantástico, o filme não está despertando muito interesse, tendo sido um fracasso em territorio americano.

 

EM CARTAZ : ESTREIA EM 28 DE JANEIRO

OS DEZ MANDAMENTOS – O FILME

os-dez-mandamentos-570x308.jpg

Bra 2015. Dir: Alexandre Avancini. Com Guilherme Winter, Sergio Marone, Camila Rodrigues, Gisele Itiê, Petronio Gontijo, Giuseppe Oristânio, Vera Zinnerman. Épico. A novela da Record, exibida ano passado, foi um sucesso de audiência, sendo a primeira telenovela brasileira de conteúdo bíblico. De fato, há méritos a serem considerados, desde o fato de que sua concorrente global carecia de valor até o fato do investimento de sua produtora para levar uma dramatização não apenas da rivalidade entre Moisés (Winter) e Ramsés (Marone) ou da peregrinação do povo hebreu até a terra prometida. O texto escrito por Vivian de Oliveira soube desenvolver os personagens periféricos e torná-los atraentes para o público telespectador. Ainda que haja os clichês do folhetim tradicional, a história das raízes da fé cristã se encaixa bem nos tempo conturbados que vivemos. Claro que, particularmente, vou sempre preferir a versão de 1956 com Charlton Heston e Yul Briimmer, mas nem por isso vou deixar de apontar essa nova versão como uma boa realização capaz de levar algo melhor às platéias, e para conferir o final que, conforme divulgado, é diferente do exibido na Tv.

PAI EM DOSE DUPLA

pais-em-dose-dupla-mark-wahlberg

(Daddy’s Home) EUA 2015. Dir: SEan Anders. Com Will Ferrel, Mark Walbergh, Linda Canderlini, Alessandra Ambrosio.  Comédia. Executivo de rádio (Ferrell) é um homem de bom coração que não tpode ter filhos naturais e faz de tudo para conquistar os enteados. O problema é quando o pai das crianças, um sujeito fanfarrão e aproveitador, fica inconformado com a situação e começa a disputar a atenção e a afeição das crianças. Uma comédia familia como tem faltado ultimamente e trazendo Will Ferrell mais contido do que costume. Ferrell (também produtor) já atuou ao lado de Mark Walbergh em “Os Outros Caras” (2010). Linda Canderlini talvez seja melhor lembrada como a Welma dos dois primeiros filmes do Scooby Doo. Atenção para uma participação da brasileira Alessandra Ambrosio.

CAÇADORES DE EMOÇÃO – ALÉM DO LIMITE

caçadores de emoção 2016.jpg

(Point Break) EUA 2015. Dir: Ericson Core. Com Edgar Ramirez, Teresa Palmer, Luke Bracey, Ray Winstone, Ação. No início da década de 60 Keannu Reeves viveu um policial infiltrado em uma gang audaciosa de assaltantes que praticavam esportes radicais. Logo, o policial se aproxima do líder deles (o saudoso Patrick Swayze) e é sua missão prendê-los. Esta é uma refilmagem desnecessária até poerque Ramirez e Bracey não tem o mesmo carisma que Swayze e Bracey, em seus respectivos papéis. A atriz Teresa Palmer (“Meu Namorado é um Zumbi” e ” Aprendiz de Feitiçeiro” )será vista nas telas em breve em “A Escolha”, adaptado do romance de Nicholas Sparks.

TRUMBO – A LISTA NEGRA

trumbo

(Trumbo) EUA 2015. Dir: Jay Roach. Com Bryan Cranston, Helen Mirrren, Elle Fanning, John Goodman, Diane Lane, Drama. Em 1947, o roteirista Dalton Trumbo (Cranston) se recusou a delatar os colegas acusados de serem comunista e , por isso, foi perseguido por suas crenças polpiticas, perdendo emprego e qualquer oportunidade de trabalho em Hollywood. O filme adapta o livro ” Dalton Trumbo” (1977) de Bruce Cook e retrata um dos episodios mais lamentaveis da história norte-americana, a caçada macarthista que custou a reputação e a vida de diversos artistas, dividindo as opiniões do povo e dos artistas. O próprio Trumbo só conseguiu emprego utilizando pseudônimo e testa de ferro. Foi de Trumbo, por exemplo, os roteiros dos clássicos “A Princesa & O Plebeu” (The Roman Holiday) e “Spartacus” . Será um filme curioso para quem tem gosto de descobrir o passado de Hollywood, até pela passagem na tela de nomes como a atriz Hedda Hopper (Helen Mirren),  o astro John Wayne (David James Elliot) que era republicano cego entre outros. Cranston é muito lembrado pelo papel principal da série “Breaking Bad” (2008 – 2013) e recebeu por “Trumbo” sua primeira indicação ao Oscar na premiação desse ano