TRAILLERS: HAN SOLO UMA HISTÓRIA DE STAR WARS, ARRANHA -CÉU CORAGEM SEM LIMITE, MISSÃO IMPOSSIVEL EFEITO FALLOUT.

HAN SOLO – UMA HISTÓRIA DE STARE WARS

QUANDO ESTREIA ? DIA 24 DE MAIO. A DIREÇÃO DE RON HOWARD TEM NO ELENCO O DESCONHECIDO ALDEN HENRENREICH COMO A VERSÃO JOVEM DO ICÔNICO PERSONMAGEM VIVIDO POR HARRISON FORD. TAMBÉM NO ELENCO DONALD GLOVER, EMILIA CLARKE E THANDIE NEWTON.

MISÃO IMPOSSÍVEL ; EFEITO FALLOUT

QUANDO ESTREIA ? 26 DE JULHO. A DIREÇÃO É NOVAMENTE DE CHRISTOPHER MCQUARRIE REUNINDO TOM CRUISE COM REBECCA FERGUSON, VING RHAMES, SIMON PEGG E ALEC BALDWIN. O ELENCO AINDA TEM O VILÃO VIVIDO POR HENRY CALVIN, ALPEM DE ANGELA BASSET.

ARRANHA CÉU – CORAGEM SEM LIMITE

QUANDO ESTREIA / DIA 12 DE JULHO. DIRIGIDO POR RHAWSON MARSHALL – THURBER TRAZ NO ELENCO DWAYNE JOHNSON E NEVE CAMPBELL EM HISTÓRIA QUE LEMBRA MUITO “DURO DE MATAR”.

Anúncios

O MELHOR & PIOR DE 2017

AS DECEPÇÕES

O ANO DE 2017 FOI UM ANO DE PROMESSAS NÃO CUMPRIDAS: RIDLEY SCOTT FALHOU EM FAZER DE “ALIEN COVENANT” UM ELO ENTRE “PROMETHEUS” E “ALIEN O 8ª PASSAGEIRO” DE 1979. O FILME NADA ACRESCENTA AOS XENOMORFOS E JUSTIFICA  AS AÇÕES DOS PERSONAGENS COM UMA MOTIVAÇÃO PÍFIA , CHEGANDO AO PONTO DE USAR E ABUSAR DO CLICHÊ MANIQUEISTA ATRAVÉS DO PERSONAGEM DUPLO DE MICHAEL FASSBENDER “ROBÔ BONZINHO ENFRENTA ROBÔ MALVADO”. TOM CRUISE, POR USA VEZ, NÃO TEVE UM ANO MUITO BOM DENTRO E FORA DAS TELAS. TEVE QUE INTERROMPER AS FILMAGENS DO VINDOURO “MISSÃO IMPOSSIVEL 6” DEVIDO A UM ACIDENTE NO SET DE FILMAGEM, E NAS TELAS NÃO CONVENCEU COMO O HEROI DE “A MUMIA“, QUE DEVERIA INICIAR O “DARK UNIVERSE” DO ESTUDIO DA UNIVERSAL. ESTE IMPLODIU UMA SERIE DE PROJETOS QUE TRARIA UMA RELEITURA DOS CLÁSSICOS “DRACULA” , “FRANKENSTEIN” & “HOMEM INVISIVEL”. O FILME FALHOU POR NÃO CONSEGUIR IMPRIMIR O SOBRENATURAL DE FORMA MAIS INTELIGENTE, FAZENDO DE CRUISE UM SUPER HEROI NADA DIFERENTE DE SEU ETHAN HUNT. AS FALHAS DO ROTEIRO ACENTUAM AINDA MAIS A CRIAÇÃO DE UM CLIMA EM QUE FORÇAS ARCANAS INVADEM O MUNDO ATUAL. A PARAMOUNT TENTOU MAS NÃO CONSEGUIU REPETIR O SUCESSO DE BILHETERIA DA FRANQUIA DOS ROBÔS EM “TRANSFORMERS – O ULTIMO CAVALEIRO”, E A WARNER SE DEU MUITO MAL COM A REVISÃO DE GUY RITCHIE DO LENDÁRIO “REI ARTHUR & A LENDA DA ESPADA MÁGICA”. TENTANDO INICIAR UMA FRANQUIA E SE DANDO MAL ESTÃO “A TORRE NEGRA” DE STEPHEN KING E “ASSASSIN’S CREED” DO FAMOSO GAME. MUITO SE FALOU DA REUNIÃO DOS NOMES QUENTÍSSIMOS DE JENNIFER LAWRENCE E CHRIS PRATT EM “PASSAGEIROS”, MAS A FICÇÃO CIENTIFICA DEIXOU MUITO A DESEJAR E SUA NARRATIVA NÃO INFLAMA FICANDO REFEM DO PRESTIGIO DO CASAL. LUC BESSON TAMBÉM FRACASSOU COM SEU PROMETIDO “VALERIAN E O IMPERIO DOS MIL PLANETAS“, APESAR DE UM VISUAL BELISSIMO PMAS PREJUDICADO PELO CASAL SEM GRAÇA DE PROTAGONISTAS E UM RITMO IRREGULAR. RITMO IRREGULAR TAMBÉM TEVE “PIRATAS DO CARIBE – A VINGANÇA DE SALAZAR” MAS MUITO EM FUNÇÃO DA IMAGEM DESGASTADA DE JOHNNY DEPP DO QUE PELA HISTÓRIA QUE ATÉ DIVERTE BASTANTE QUANDO DEPP NÃO É O FOCO PRINCIPAL.

AS ANIMAÇÕES

EU ERA UM DOS QUE ESPERAVA ANSIOSAMENTE A CONTINUIÇÃO DE “MEU MALVADO FAVORITO 3” MAS  PREFERI – NO GÊNERO – O FRANCO- CANADENSE  “A BAILARINA“. SATISFAÇÃO IMENSA FOI ASSISTIR “MOANA – MAR DE AVENTURAS” DA DISNEY. MUITO FRACAS FORAM “EMOJI O FILME” E “O PODEROSO CHEFINHO“. SUBESTIMADO FICOU “AS AVENTURAS DE TADEO 2“, ANIMAÇÃO ESPANHOLA QUE CHEGOU AO GRANDE CIRCUITO NO FINAL DO ANO, QUE EMBORA NÃO SEJA EXTRAORDINARIO, DIVERTE MAIS DO QUE POR EXEMPLO “O QUE SERÁ DE NOZES 2” CUJA PREMISSA É A MESMA DO PRIMEIRO FILME. LOGO, FICO COM “MOANA” E “A BAILARINA” COMO AS MELHORES ANIMAÇÕES DO ANO.

SUCESSOS

O ANO COMEÇOU COM MUSICA PARA MIM POIS GOSTEI MUITO DE VER RYAN GOSLING E EMMA STONE DANÇANDO EM “LA LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES”. TORCI MUITO POR AMBOS NA CERIMONIA DO OSCAR DESSE ANO. NÃO APOSTAVA NADA NA CONTINUIDADE DE “VELOZES & FURIOSOS” SEM PAUL WALKER, MAS ME ENGANEI. O FILME FOI MUITO BEM MOVIMENTADO, TROUXE UMA SUPER VILÂ COM A PERSONAGEM DE CHARLIZE THERON. A DISNBEY MARCOU PRESENÇA COM O LIVE ACTION DE “A BELA & A FERA” COM EMMA WATSON E DAN STEVENS.  VIBREI MUITO NOS CINEMAS AO ASSISTIR COM MINHA FAMILIA A “MULHER MARAVILHA”. GAL GADOT ESTAVA PERFEITA E A DIRETORA PATTY JENKINS TEM O MERITO DE TER CONDUZIDO UMA HISTORIA ENVOLVENTE TANTO PARA QUEM LÊ QUADRINHOS COMO PARA OS NÃO INICIADOS. EM UM ANO EM QUE TANTO DISCUTIU-SE SOBRE O EMPODEIRAMENTO FEMININO, “MULHER MARAVILHA” ABRIU A DISCUSSÃO COM DIGNIDADE E ENCORAJAMENTO. FOI O MELHOR FILME DE QUADRINHOS DESSE ANO MUITO ACIMA DE “THOR RAGNAROK“. ESTE APESAR DA BILHETERIA MILIONÁRIO FALHOU EM DAR O TOM PRETENDIDO A UMA HISTÓRIA DE FIM DE MUNDO MISTURADO A PLANETA HULK QUE SOZINHO E SEPARADO JUSTIFICARIA UM FILME DO GIGANTE VERDE. “LIGA DA JUSTIÇA” FOI MELHOR QUE “BATMAN VS SUPERMAN” MAS FICOU ABAIXO DO POTENCIAL ESPERADO LEVANDO- SE EM CONTA A IMPORTÂNCIA DO SUPER GRUPO. DINÂMICA DE EQUIPE ADMIRÁVEL FOI “GUARDIÕES DA GALAXIA – VOLUME 2” QUE EQUILIBROU COMEDIA, DRAMA E AVENTURA COM PERFEIÇÃO. O FILME DO ANO, NO ENTANTO, FOI “IT – A COISA“, ADAPTAÇÃO DE STEPHEN KING. NO EMBALO DO SUCESSO DA MARAVILHOSA “STRANGER THINGS” DA NETFLIX, QUE POR SUA VEZ EMULA OS LIVROS DE KING, O FILME DO PALHAÇO PENNYWISE PROVOCOU SUSTOS COMO HÁ MUITO O CINEMA DO GÊNERO NÃO CONSEGUIA PRODUZIR. O TERROR TROUXE ESSE ANO O ÓTIMO “ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL“, MAS ERRARAM FEIO COM O AGUARDADO “OLHOS FAMINTOS 3“, QUE NEM CHEGOU A SER LANÇADO EM CIRCUITO COMERICAL AQUI E “O CULTO DE CHUCKY” QUE NÃO VEIO COM NENHUM ATRATIVO. SHYMALAN DE “O SEXTO SENTIDO” RENASCEU E E SURPREENDEU COMM “FRAGMENTADO” TRAZENDO UMA ATUAÇÃO ADMIRAVEL DE JAMES MACAVOY, UMA QUE A ACADEMIA CERTAMENTE IGNORARÁ. FORA DO GÊNERO FANTASTICO DOIS FILMES DE GUERRA SE SAGRARAM EXCELENTES : “ATÉ O ULTIMO HOMEM” DE MEL GIBSON E “DUNKIRK” DE CHRISTOPHER NOLAN, CUJOS RUMORES APONTAM UMA POSSIVEL INDICAÇÃO AO OSCAR. “KONG A ILHA DA CAVEIRA” FOI MELHOR DO QUE EU ESPERAVA FAZENDO TUDO AQUILO QUE SE ESPERAVA DE UM BOM FILME DE MONSTRO. REGULAR MAS INTERESSANTE FOI “VIDA“. ESTE ASSUMIU SER INSPIRADO ABERTAMENTE EM “ALIEN O OITAVO PASSAGEIRO” E CONSEGUIU SER MELHOR QUE O JÁ CITADO “ALIEN COVENANT” DE RIDLEY SCOTT. ÓTIMO FOI TAMBÉM MATT REEVES NO CAPÍTULO FINAL DA SAGA DO SIMIO CESAR (ANDY SERKIS) EM “O PLANETA DOS MACACOS – A GUERRA“.FECHANDO O ANO DIGNO DE ELOGIO FOI A ADAPTAÇÃO DE KENNETH BRANNAG PARA “ASSASSINATO NO EXPRESSO DO ORIENTE” E “STAR WARS – OS ULTIMOS JEDI” QUE TEM DIVIDIDO OPINIÕES.

CINEMA NACIONAL

PASSOU SEM MUITA ATENÇÃO NAS TELAS A NOVA ADAPTAÇÃO DE “DONA FLOR & SEUS DOIS MARIDOS” DE JORGE AMADO. A PROMISSORA LARISSA MANOELA CHEGOU ÀS TELAS COM “MEUS 15 ANOS” E VOLTA AGORA NO NATAL COM “FALA SÉRIO MÃE”, AO LADO DA TALENTOSA INGRID GUIMARAES. “BINGO O REI DAS MANHÂS” CHAMOU A ATENÇÃO MAS NÃO CONSEGUIU A PRETENDIDA VAGA PARA O OSCAR DO ANO QUE VEM. O FILME É BOM COMO RETRATO DOS BASTIDORES DA TV M ESPECIALMENTE PARA A GERAÇÃO COMO EU QUE CANTAROLAVA “ALÔ CRIANÇADA … O BOZO CHEGOU!!”. jÁ A “COMÉDIA DIVINA” NÃO CONSEGUIU O MESMO IMPACTO. ENTRE OS NACIONAIS LANÇADOS PREFERI O INFANTIL “D.P.A O FILME” E FAÇP UMA MENÇÃO MAIS DO QUE HONROSA PARA “OS SALTIMBANCOS TRAPALHÕES – RUMO A HOLLYWOOD” QUE TROUXE DE VOLTA O BRILHO DE RENATO ARAGÃO E DEDÉ SANTANA PARA AS TELAS ONDE OUTRORA A TROUPE REINOU ABSOLUTA.

OS 5 PIORES DE 2017 :

1- ALIEN COVENANT

2- O CULTO DE CHUCKY

3- PASSAGEIROS

4- A MÚMIA

5- DIÁRIO DE UM BANANA : CAINDO NA ESTRADA

OS 5 MELHORES DE 2017

1- IT – A COISA

2- MULHER MARAVILHA

3- FRAGMENTADO

4- GUARDIOES DA GALÁXIAS : VOLUME 2

5- DUNKIRK

ESTREIAS DA SEMANA: 24 DE NOVEMBRO DE 2017

O CIRCUITO COMERCIAL AINDA ESTÁ SOB O EFEITO DOS HEROIS DC & MARVEL JÁ QUE MUITAS SALAS CONTINUAM A EXIBIR O RECENTE “LIGA DA JUSTIÇA” E OUTRAS AINDA TRAZEM “THOR RAGNAROK”. O FILME QUE REUNE OS SUPERAMIGOS ALCANÇOU NUMERO SURPREENDENTE DE ESPECTADORES NO BRASIL, EMBORA NOS ESTADOS UNIDOS ESTEJA ABAIXO DO DESEJADO PARA PAGAR SEU INFLADO ORÇAMENTO. EM MEIO A OUTROS LANÇAMENTOS MENORES, RECEBEMOS UMA COMEDIA JÁ NO CLIMA NATALINO (PAI EM DOSE DUPLA) E UM SUSPENSE COM MICHAEL FASSBENDER (O MAGNETO DE “XMEN APOCALIPSE) E A BELA REBECCA FERGUSON.

PAI EM DOSE DUPLA 2

pai em dose dupla 2.jpg

(Daddy’s home 2) EUA 2017. Dir:Sean Anders. Com Will Farrell, Mark Whalberg, Linda Cardelini, Mel Gibson, John Lihtgow, John Cena,  Alessandra Ambrosio. Comedia.

Vendo os elogios que a crítica em geral tem feito a John Lithgow lembro do ator em papel central na sitcom “Third Rock From The Sun” na década de 90. No papel do pai de Brad (Will Farrell), Lithgow dá um show de comicidade, sendo uma grata adesão ao elenco dessa sequência ao grande sucesso de 2016. Os pais Brad (Farrell) e Dusty (Walbergh) deixaram a rivalidade no final do primeiro filme e se tornaram amigos. Essa amizade está sendo ameaçada por muita confusão quando, no Natal,  a família recebe os avôs Kurt (Gibson) e Don (Lithgow) de personalidades diametralmente opostas. O primeiro é bocudo e machista, enquanto o outro é sensível e emotivo.

BONECO DE NEVE

boneco de neve.jpeg

(The Snowman) EUA 2017. Dir: Thomas Alfredson. Com Michael Fassbender, J.K.Simmons, Toby Jones, Val Kilmer, Rebecca Fergusob, Chloe Sevigny. Suspense.

Detetive investiga o desaparecimento de mulheres casadas sempre ao cair da primeira neve. Sua única pista é um cachecol deixado em um boneco de neve feito pelo serial killer. Produção de Martin Scorcese, que quase também o dirigiu, mas deixou o projeto para o diretor de “O Espião que Sabia Demais”, de origem sueca. Este é a sétima incursão do detetive Harry Holes (Fassbender), protagonista de uma série de livros de mistério do autor norueguês Jo Nesbo. Destaque para a bela atriz sueca Rebecca Ferguson (Missão Impossivel 5, Vida) que faz o interesse romântico do policial.

HQCINEMA: LIGA DA JUSTIÇA

             A estratégia de reunir heróis já populares em uma equipe NÃO foi criação de Stan Lee, nem mesmo surgiu com o Universo Marvel. O mérito cabe a Gardner Fox (1911-1986), que em plena “Era de Ouro” como se convencionou chamar o período imediatamente após o surgimento do Superman, se aproveitou do bom relacionamento de sua editora de quadrinhos, a All-American,  com a National Periodical  para propor um título trazendo um grupo de heróis que se junta para enfrentar ameaças de grandes proporções, formando assim … A Sociedade da Justiça, publicada a partir de “All Star Comics” #3 (1940). O escritor novaiiorquino, que também criou o primeiro Flash, o Gavião Negro, e outros heróis, retratava nas historias da Sociedade o ufanismo inerente ao período com a equipe ligada às ordens do Presidente Franklin Roosevelt combatendo vilões megalomaníacos e espiões nazistas.

primeira aparição da Liga da Justiça

             A “Liga da Justiça” é o resultado do primeiro renascimento desses personagens, que haviam sido cancelados após a Segunda Guerra, mas que a partir de 1956 (Showcase #4) foram reimaginados por Fox. Depois de um novo Flash, um novo Lanterna Verde, a eles se juntaram versões rejuvenescidas de Superman, Batman e Mulher Maravilha criando o advento da Era de Prata do gênero. Novamente, Fox pensou em juntar os heróis em uma equipe, mas preferiu o termo “Liga”, uma alusão às populares equipes de baseball. Assim, três anos antes de Stan Lee lançar “Os Vingadores” pela Marvel, a capa da revista “The Brave & The Bold” #28 (Março de 1960), trazia a estreia da Liga com Aquaman, Mulher Maravilha, Lanterna Verde, Flash e Caçador de Marte enfrentando Starro (uma estrela do mar gigante).Cinco meses depois o surpreendente resultado de vendas mostrou que o raio caíria novamente no mesmo lugar, e o time de heróis recriado por Gardner Fox ganha seu próprio título “Justice League of America”, com Superman e Batman aparecendo com menor frequência durante um bom tempo, mas incluindo gradativamente outros personagens como o Arqueiro Verde, Atom, Gavião Negro e promovendo, inclusive, um encontro entre a Liga e Sociedade (Justice League of America #21) que se tornaria tradição na DC Comics (nascida da fusão da National com a All American).

legends of the superheroes.jpg

             O traço de Mike Sekowsky(1923 – 1989) foi substituído por Dick Dillin (1928 – 1980) – o mais longevo dos artistas a trabalhar com os personagens – seguidos por George Perez, Don Heck, Kevin Maguire, Howard Porter, John Byrne e outros. A popularidade da Liga alcançou nível ainda maior quando, a partir de 1973, o estúdio Hanna Barbera produziu a série de animação para a Tv “SuperAmigos” (Superfriends) com tom mais infantil e moralizante, onde os heróis salvam o mundo além de dar lições de civilidade e humanidade, mesmo quando enfrentam a Legião do Mal, grupo de vilões que formam uma anti-Liga. Mais fiel às origens das HQs é a série animada produzida por Bruce Timm a partir de 2001 e que aproveita várias fases do grupo.

liga da justiça 1997

            As primeiras tentativas de se fazer uma versão live action, no entanto,  resultaram em desastre. A primeira foi no especial de TV “Legend of the Super Heroes” de 1979, com o mesmo tom cômico da série de TV “Batman”, incluindo a presença de Adam West (recentemente falecido) e Burt Ward no papel da dupla dinâmica. A ridicularização inclui o Charada (Frank Gorshin) como psiquiatra tratando de um deprimido Shazam (Garret Graig) e um Gavião Negro (Bill Nuckols) retratado como um filho rebelde. Novamente a Tv arriscou usar a Liga em nova adaptação buscando como referência a fase em que a equipe ganhou status internacional, no final dos anos 80, com uma formação que pontuava mais o humor que a ação. O filme em questão de 1997 era uma tentativa de funcionar como piloto para uma série de TV pela CBS, reunindo Flash, Lanterna Verde, Atomo, Caçador de Marte, Fogo e Gelo, excluindo, portanto, a trindade Superman-Mulher Maravilha-Batman, que sempre foi carro chefe da editora. O resultado foi tão pífio que o diretor Lewis Teague foi chamado às pressas para salvar o projeto assinado pelo desconhecido Felix Alcala. O próprio Teague tratou de pedir que seu nome não fosse incluído nos créditos do filme. Uma produção mais digna da equipe foi inicialmente pensada para ser dirigida por George Miller (Mad Max) há algum tempo atrás, mas o projeto só foi materializado quando Zach Snyder ficou à frente da elaboração do Universo Cinemático da DC Comics. Claro que mais de 50 anos de aventuras guardam curiosidades por muitos desconhecidas como:

LJAFILM

  1. O Brasil já teve uma heroína como membro da Liga, a heroína Fogo, alcunha de Beatriz da Costa, heroína com poderes pirocinéticos. Dois desenhistas brasileiros já ficaram responsáveis por fases distintas do grupo como o paraibano Ed Benes e o paulistano Ivan Reis.
  2. Os elementos relacionados ao vilão Darkseid foram criados pelo icônico artista Jack Kirby (co-criador do Universo Marvel) quando este trabalhou para a DC Comics.
  3. A Liga e os Vingadores da Marvel já estrelaram uma aventura conjunta (Crossover entre as editoras concorrentes) publicado entre 2003 e 2004. Em formato de mini-série em quatro capítulos, a aventura foi escrita por Kurt Busiek e desenhada por George Perez, renomados artistas.
  4. Muitas fases do grupo tornaram-se clássicos como “O Prego” (2002) onde em uma realidade alternativa o Superman não existe, “A Nova Fronteira” (2004) onde a equipe é mostrada no contexto da Era de Prata em clima de Guerra Fria e Macartismo, “Crise de Identidade” (2007) onde um crime desenterra segredos obscuros dos integrantes, “Justiça” (2006) onde o traço realista do artista Alex Ross mostra a Liga confrontando a Legião do Mal, e “Reino do Amanha” (2003) também de Alex Ross mostrando a Liga em um futuro onde os heróis precisam reconquistar a confiança perdida.
  5. O autor de Best-sellers Brad Meltzer foi o responsável por elevar as vendas da Liga da Justiça acima dos 200 mil exemplares, tendo sido o autor também da miniserie “Crise de Identidade”, que antecedeu sua bem sucedida fase no título da equipe dividindo os creditos desta com o desenhista brasileiro Ed Benes.

                  Com tanto pode de fogo assim, espera-se que a estreia da Liga em uma superprodução do cinema possa apaziguar o público depois do resultado insatisfatório de “Batman & Superman A Origem da Justiça” e “Esquadrão Suicida”. O sucesso do filme solo da “Mulher Maravilha” já mostrou que os super heróis da DC Comics ainda podem oferecer diversão. Renovar os fãs conquistando uma nova geração que possa nos seguir, da velha guarda, para o alto e avante !!

 

 

 

ESTREIAS DA SEMANA: A PARTIR DE 9 DE FEVEREIRO

CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS

50-tons-mais-escuros

(Fifty Shades Darker) EUA 2017. Dir: James Foley. Com Jamie Dornan, Dakotta Johnson, Bella Heathcote, Marcia Gay Harden, Kim Basinger. Romance Erótico.

Depois dos problemas entre a diretora Sam-Taylor Johnson e a autora E.L.James , o segundo livro ganha a direção de James Foley. A historia começa com a relação entre o milionário Christian Grey (Dornan) e  Annastacia Steele (Johnson) abalada. Claro que ele a seduz mais uma vez, e ela se aprofunda ainda mais em seus segredos. Para quem gostou dos best-sellers de E.L.James, o filme oferece mais do mesmo, ou seja, uma trama soft pornô que parece explorar mais do passado de seu protagonista, mas na verdade apenas requenta a mesma história do primeiro, nada além de uma justificativa para mostrar corpos nus e o universo sado-masô. Se no papel, a história de E.L.James mexeu com a imaginação de muitas pessoas, o roteirista (marido da autora) tenta tridimensionaliza-la tendo as paisagens da França que serviram de locação . O filme ainda traz para o elenco Kim Basinger para um papel menor mas funcional para o tórrido romance entre Grey e Anastacia. Não pensem que acabou, já que o terceiro livro, que vai encerrar essa historia (Cinquenta Tons de Liberdade) já está programado para ano que vem, ou ao menos até que descubram mais tons escondidos.

LEGO BATMAN O FILME

lego-batman

(The Lego Batman Movie) EUA 2017. Dir: Chris McKay. Com Zach Gallifianakis, Ralph Fiennes, Rosario Dawson, Michael Cera, Will Arnett. Animação.

Batman precisa aprender a trabalhar em grupo com outros herois, enquanto treina Robin e enfrenta o Coringa. Depois do fiasco consecutivo dos filmes da Dc Comics, essa animação pode ser uma despretensiosa diversão. A história tem referência a várias passagens do homem morcego pela tv e cinema: o seriado de Adam West, os filmes de Tim Burton, o Batman de Christian Bale e até mesmo o de “Batman vs Superman”. Além desses, há outras referências que farão a festa para os fans da DC Comics, em meio a muitas piadas nonsense.

PREVIEW 2017 NOS CINEMAS

moana

COMO É COMUM NOS MESES DE JANEIRO ANIMAÇÕES E FILMES FAMILIA TOMAM ESPAÇO DO CIRCUITO COMERCIAL. JANEIRO DE 2017 TRARÁ A ESTREIA DE “MOANA”, A NOVA PRINCESA DISNEY, QUE TRAZ O REFORÇO DE DWAYNE JOHNSON COMO O SEMI-DEUS MAUI EM SEU MAR DE AVENTURAS. A PRIMEIRA PRINCESA POLINESIA DA DISNEY É O PRIMEIRO GRANDE LANÇAMENTO DO ANO NOVO E VEM COM A RECEITA DE SUCESSO DA DISNEY, JÁ TENDO ESTREADO NOS ESTADOS UNIDOS COM BILHETERIA ASSOMBROSA. A ILLUMINATION STUDIOS QUE EM 2016 EMPLACOU “PETS – A VIDA SECRETA DOS BICHOS” E “SING – QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA” VOLTA EM 2017 COM SEU PRINCIPAL PERSONAGEM, O DIVERTIDO GRU E SEUS MINIONS EM “MEU MALVADO FAVORITO 3” (DESPICABLE 3) PREVISTO PARA AS FÉRIAS DE MEIO DE ANO. A DREAMWORKS REVISITA O DIA DOS MORTOS MEXICANO EM “COCO”.  A SONY ANIMATION TRAZ DE VOLTA  AS CRIATURINHAS AZUIS FAVORITAS DE CRIANÇAS E ADULTOS EM “SMURFS –A VILA PERDIDA”, DESTA VEZ SEM ATORES, TOTALMENTE EM ANIMAÇÃO DIGITAL, ENTÃO NÃO ESPEREM REENCONTRAR NEIL PATRICK HARRIS QUE TRABALHOU NOS DOIS PRIMEIROS FILMES DOS PERSONAGENS DO ARTISTA BELGA PEYO.  JÁ A FOX ANIMAÇÃO PROMETE DIVERTIR BAIXINHOS E ADULTOS EM “O PODEROSO CHEFINHO” (BOSS BABY). A DISNEY AINDA VOLTA COM “CARROS 3” (CARS 3) PROMETIDO PARA AS FÉRIAS DE JULHO. COMO A ANIMAÇÃO EXISTE FORA DO PADRÃO DISNEY, OS ARGENTINOS TRAZEM O PERSONAGEM “CONDORITO” E NÓS, BRASILEIROS, TEMOS A ADAPTAÇÃO DE “PEIXONAUTA”, BEM SUCEDIDA SÉRIE DO DISCOVERY KIDS.

fast8

PARA OS FANS DOS FILMES DE AÇÃO, O ANO COMEÇA COM VIN DIESEL DE VOLTA AO PAPEL DO AGENTE SECRETO AMANTE DE ESPORTES RADICAIS XANDER CAGE EM “XXX – REATIVADO” (XXX – REACTIVATED). MAS OS FANS DE DIESEL ESTÃO ANSIOSAMENTE AGUARDANDO REVER SEU DOMINIC TORETTO EM “VELOZES & FEROZES 8” (THE FAST & THE FURIOUS 8 – FATE OF THE FURIOUS), O PRIMEIRO SEM PAUL WALKER, E COM O REFORÇO DA BELDADE CHARLIZE THERON NO PAPEL DA VILÃ QUE VAI VIRAR A CABEÇA DE TORETTO, E COLOCÁ-LO CONTRA SEUS AMIGOS. O FILME AINDA TRAZ DWAYNE JOHNSON NOVAMENTE COMO O AGENTE LUKE HOBBS E JASON STATHAM DE VOLTA AGORA, APARENTEMENTE, DO LADO DOS MOÇINHOS. DWAYNE JOHNSON AINDA APARECE EM 2017 NA ADAPTAÇÃO DA SÉRIE “BAYWATCH” AO LADO DE ZAC EFRON E ALEXANDRA DANDDARIO, MOSTRANDO QUE HOLLYWOOD NÃO ESQUECEU O MOTE DAS SÉRIES DE TV DO PASSADO COMO FONTE DE MATERIAL PARA ADAPTAÇÃO. OUTRO PRODUTO DA TELINHA ADAPTADO É “CHIP’S” QUE REUNE O DESCONHECIDO DAX SHEPHARD & MICHAEL PEÑA NOS ICÔNICOS PAPEIS DOS POLICIAIS RODOVIARIOS JOHN BAKER E FRANK PONCHIRELLO. KEANNU REEVES SE REENCONTRA COM LAWRENCE FISHBURNE (MATRIX) EM “JOHN WICK – UM NOVO DIA PARA MATAR” (JOHN WICK – CHAPTER TWO). MICHAEL FASSBENDER – O MAGNETO DOS XMEN – ESTRELA E PRODUZ A ADAPTAÇÃO DOS GAMES “ASSASSIN’S CREED”, CO-ESTRELADO PELA MARAVILHOSA MARION COITLARD. A EXCELENTE ATRIZ FRANCESA TAMBÉM ESTRELA AO LADO DE BRAD PITT “ALIADOS” (ALLIED) DIRIGIDO POR ROBERT ZEMECKIS. DENZEL WASHINGTON VOLTA AO PAPEL DE ROBERT MCCALL EM “O PROTETOR 2” (THE EQUALIZER 2). JÁ TARON EGERT SE JUNTA A UM SUPER ELENCO QUE INCLUI CHANNING TATUM, JULIANNE MOORE E HALLE BERRY EM “KINGSMAN – THE GOLDEN CIRCLE”.

WONDER WOMAN

OS SUPER HEROIS CONTINUARÃO A DOMINAR AS TELAS E O ANO NOVO PROMETE OS AGUARDADOS FILMES DA “MULHER-MARAVILHA” (WONDER WOMAN) E “LIGA DA JUSTIÇA” (JUSTICE LEAGUE) QUE TEM A MISSÃO DE PROVAR QUE A WARNER CONSEGUE EMPLACAR SEU UNIVERSO CINEMATICO DE HEROIS DEPOIS DA AVALANCHE DE CRITICAS NEGATIVAS ACUMULADAS EM 2016 COM “BATMAN X SUPERMAN – A ORIGEM DA JUSTIÇA” E “ESQUADRÃO SUICIDA”. A MARVEL NÃO DORME NO PONTO E CONTRA ATACA COM “HOMEM ARANHA VOLTA AO LAR” (SPIDER MAN HOMECOMING) E “THOR RAGNAROK”, ESTE ÚLTIMO REUNINDO O DEUS DO TROVÃO E O INCRIVEL HULK. JÁ HUGH JACKMAN SE DESPEDE DO MUTANTE FAVORITO DE TODOS NO FILME “LOGAN”, TERCEIRO DO WOLVERINE. MUITO ESPERADO É “GUARDIÕES DA GALAXIA – VOLUME II” (GUARDIANS OF THE GALAXY – VOLUME II) REUNINDO O GRUPO DO SENHOR DAS GALAXIAS E AS CONFUSÕES PROVOCADAS PELO BEBÊ GRUT. NO TRAILLER, AÇÃO E HUMOR NÃO FALTARÃO NO FILME DE JAMES GUNN.

passage

MUITO AGUARDADO JÁ PARA O INICIO DO ANO É A FICÇÃO CIENTIFICA “PASSAGEIROS” (PASSENGERS) QUE REUNE OS AMADOS CHRIS PRATT E JENNIFER LAWRENCE EM UMA HISTÓRIA DE ADÃO E EVA FUTURISTA ESCRITA POR JON SPAITHS, O MESMO QUE FEZ O ROTEIRO DE “PROMETHEUS”. A PROPÓSITO DESTE, RIDLEY SCOTT PROMETE LIGAR OS PONTOS ENTRE O FILME DE 2012 E O PRIMEIRO ALIEN DE 1979, CONFORME JÁ DIVULGADO O TRAILLER DE “ALIEN O PACTO” (ALIEN COVENANT).  OUTRA GRANDE OBRA DO GÊNERO RETOMADA É “BLADE RUNNER 2049”, PRODUZIDO POR RIDLEY SCOTT E DIRIGIDO POR DENNIS VILLENEUVE QUE NO ANO QUE ACABA ATRAIU ELOGIOS COM SEU “A CHEGADA”. MILLA JOJOVICH SE DESPEDE TAMBÉM DE SUA ALICE NO CAPÍTULO FINAL DA FRANQUIA “RESIDENT EVIL 6”. A WARNER RETOMA UM DOS ÍCONES DOS FILMES DE MONSTRO EM “KONG – A ILHA DA CAVEIRA” (KONG – SKULL ISLAND) COM TOM HIDDLESTONE (LOKI) E SAMUEL l. JACKSON. CHARLIE HUNMAN PROTAGONIZA “REI ARTHUR – A LENDA DA ESPADA” (KNIGHTS OF THE ROUND TABLE) DIRIGIDO POR GUY RITCHIE QUE PROMETE EXPLORAR AS LENDAS ARTURIANAS EM UMA SÉRIE DE FILMES. OS FANS DE ANIME AGUARDÃO COM ANSIEDADE AS BELAS FORMAS DE SCARLETT JOHANSSON EM “VIGILANTES DO AMANHÔ (GHOST IN THE SHELL). DEPOIS DE UMA SEQUENCIA DE INSUCESSOS JOHNNY DEPP VOLTA A SE VESTIR COMO O CAPITÃO JACK SPARROW EM “PIRATAS DO CARIBE – A MALDIÇÃO DE SALAZAR” (PIRATES OF THE CARIBBEAN – DEAD MEN TELL NO TALES), REUNINDO-O AO ELENCO DOS PRIMEIROS FILMES KEIRA KNIGHTLY, GEOFFREY RUSH E ORLANDO BLOOM. MUITA AÇÃO É PROMETIDO PARA O INICIO DO UNIVERSO DE MONSTROS DA UNIVERSAL QUE SE INICIARÁ COM TOM CRUISE, RUSSELL CROWE E SOFIA BOUTELLA EM “A MUMIA” (THE MUMMY) PREVISTO PARA JUNHO. O FUTURO DA ESPECIE HUMANA É COLOCADO EM QUESTÃO EM “PLANETA DOS MACACOS –A GUERRA” (WAR OF PLANET OF THE APES) . LUC BESSON PLANEJA NOS LEVA A UMA MOVIMENTADA AVENTURA NA ADAPTAÇÃO DAS HQS “VALERIAN & A CIDADE DOS MIL PLANETAS”, POUCO CONHECIDA AQUI NO BRASIL. CLARO QUE UM DOS MAIS AGUARDADOS É “STAR WARS – EPISODIO Viii”, QUE CERTAMENTE FARÁ UMA EMOCIONANTE HOMENAGEM A CARRIE FISHER EM SEU CANTO DE CISNE DAS TELAS.

larissa-manoela-sera-filha-de-ingrid-guimaraes-em-filme

O CINEMA NACIONAL TEM MARCELO ADNET E DANTON MELLO EM “PENETRAS 2 – QUEM DÁ MAIS” PROMETENDO DIVERTIR. DOCE REENCONTRO É A VOLTA DE RENATO ARAGÃO E DEDÉ SANTANA (QUE NAS DÉCADAS DE 70 E 80 ERAM OS REIS DA BILHETERIA NACIONAL NOS FILMES DOS TRAPALHÕES) COM A ADAPTAÇÃO DO ESPETÁCULO “OS SALTIMBANCOS TRAPALHÕES”. PARA AS CRIANÇAS A ADAPTAÇÃO DA SÉRIE “DETETIVES DO PREDIO AZUL”. LARISSA MANOELA, QUE FOI UM FENÔMENO DE POPULARIDADE EM 2016, SE REUNE COM INGRID GUIMARAES EM “FALA SERIO MÃE”. JULIANA PAES, MARCELO FARIA E LEANDRO HASSUM REVISITAM A OBRA DE JORGE AMADO EM “DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS”.

lalalanddestaque

COMO É A ÉPOCA DE INDICADOS AO GLOBO DE OURO E O OSCAR TEMOS O ELOGIADO MUSICAL “LA LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES” (LA LA LAND) COM O CASAL RYAN GOSLING E EMMA STONE. NATALIE PORTMAN IMPRESSIONOU ESSE ANO NA CINEBIOGRAFIA DA EX PRIMEIRA DAMA JACKELINE KENNEDY. O FILME EM QUESTÃO, “JACKIE” ESTÁ PROGRAMADO PARA ESTREAR NO BRASIL AINDA NO PRIMEIRO TRIMESTRE. OUTRA CINEBIOGRAFIA MUITO COMENTADA EM 2016 E QUE CHEGA ATÉ NÓS EM 2017 É “ATÉ O ÚLTIMO HOMEM” (HACKSAW RIDGE) SOBRE UM SOLDADO QUE SE RECUSOU A USAR UMA ARMA E MATAR DURANTE A SEGUNDA GUERRA. O FILME É ESTRELADO POR ANDREW GARFIELD, EX-HOMEM ARANHA E DIRIGIDO PELO POLÊMICO MEL GIBSON QUE RETOMA A VELHA FORMA POR TRÁS DAS CÂMERAS. A SEGUNDA GUERRA TAMBÉM É O TEMA DE “DUNKIRK”, DE CHRISTOPHER NOLAN.  A HISTÓRIA DE DOIS PADRES JESUITAS É O TEMA DA VOLTA DO MESTRE MARTIN SCORCESE À DIREÇÃO EM “SILÊNCIO” (SILENCE). MICHAEL KEATON É O VILAO ABUTRE DO NOVO FILME DO HOMEM ARANHA, MAS MOSTRA SEU TALENTO NO PAPEL DO FUNDADOR DO MACDONALD’S EM “FOME DE PODER” (THE FOUNDER).

IT.jpg

PARA QUEM GOSTA DE TERROR, O ESPIRITO DE SAMARA VOLTA COM SEDE DE VINGANÇA EM “CHAMADOS” (RINGS). A CASA ASSOMBRADA MAIS FAMOSA DO CINEMA É REVISITADA EM “AMITYVILLE- THE AWAKENING”. OUTRO RETORNO É DA BONECA AMALDIÇOADA EM “ANNABELLE 2”, DIRIGIDO POR DAVID SANBERG QUE EM 2016 CHAMOU A ATENÇÃO PELO RESULTADO OBTIDO EM SUA ESTREIA EM “QUANDO AS LUZES SE APAGAM”. FALANDO EM TERROR, O MESTRE STEPHEN KING TEM RESERVADO DUAS ADAPTAÇÕES: O PRIMEIRO LIVRO DA SÉRIE “A TORRE NEGRA” (THE BLACK TOWER) COM IDRIS ELBA E MATHEW MACOUGHNEY E A VOLTA DO PALHAÇO PENNYWISE EM “IT”.

OUTROS LANÇAMENTOS PREVISTOS:

CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS ¶ A GRANDE MURALHA ¶ A LEI DA NOITE ¶ TINHA QUE SER ELE ¶ POWER RANGERS ¶ A CABANA ¶O CÍRCULO ¶  DIARIO DE UM BANANA 4 ¶ TRANSFORMERS : O ÚLTIMO CAVALEIRO ¶ DEIXE A NEVE CAIR ¶VIDA ¶ SEXTA FEIRA 13 ¶A ESCOLHA PERFEITA 3 ¶

ESQUADRÃO SUICIDA : NOSSOS VILÕES FAVORITOS

Brave_and_the_Bold_v.1_25

Em tempos em que os heróis não são mais retratados como modelos de perfeição e que muitos valores são distorcidos nada mais natural que vilões assumam papel de destaque na preferência de fãs. No cinema, a ideia não é nova se lembramos “Os Doze Condenados” (1967) de Robert Aldrich em que um grupo de criminosos são reunidos para uma missão suicida nos idos da Segunda Guerra. Poucos sabem, inclusive, que o filme foi transformado em série de TV em 1988. Nas Hqs, a mesma premissa já havia sido empregada na revista “The Brave & The Bold #25” (1959). Essa edição, que na época custou meros 10 centavos, hoje vale mais de US$ 1,000. A história de Robert Kanigher e Ross Andru não trazia nenhum supervilão, mas condenados de alta periculosidade que, em troca de sua liberdade. Liderada pelo Capitão Richard Flag Sr, o pelotão assumia missões que destacavam o teor patriótico típico dos quadrinhos de guerra publicados na época.

Suicide_Squad_Vol_1_1

Quando os quadrinhos desse gênero começaram a perder espaço e popularidade, as aventuras da equipe seriam eventualmente descontinuadas. A ideia, no entanto, foi reformulada em 1986 quando a DC comics reformulou seu universo (pela primeira vez) na mega saga “Crise nas Infinitas Terras” (1985). A editora, movida por um espírito de reestruturação, publicou a mini-série “Lendas” (Legends) em que os heróis são desmoralizados publicamente e proibidos de atuarem por conta de um plano do vilão Darkseid. Os roteiristas Len Wein e John Ostrander escreveram o roteiro com desenhos de John Byrne e introduziram uma nova versão da equipe, liderada por Rick Flagg Jr e formada pelos supervilões Capitão Bumerangue, Arrasa Quarteirão, Magia, Tigre de Bronze e Pistoleiro. Sancionados em segredo por Amanda Waller, funcionária de alto escalão do governo, a equipe é reunida para lutar contra ameaças à segurança nacional durante o evento. Com o fim de “Lendas”, a equipe ganhou uma série própria publicada a partir de 1987. “Suicide Squad” (1987) começou com roteiros de John Ostrander e desenhos de Luke McDonnel e durou  cinco anos com tramas que mesclavam espionagem com ação fantasiosa em sequências interligadas aos demais títulos da Dc Comics. Praticamente, todos os eventos da editora tinham interligação com o título do Esquadrão como “Milênio” (1988) centrada no Lanterna Verde ou “Invasão” (1989) em que uma armada alienígena decide dominar a Terra. Os integrantes da equipe também mudariam constantemente e vários vilões seriam recrutados de acordo com a natureza das missões. O Pistoleiro (Deadshot) se tornaria um dos mais populares assumindo posição de destaque e ganhando até uma mini-série própria em 1989.  A Arlequina só se juntaria ao grupo a partir do relançamento do título após o evento dos Novos 52 ,em 2013, que mais uma vez reformulou os heróis da editora.

MARGOT ROBBIE ARLEQUINA

A personagem, que ganhou enorme popularidade nos anos 90, foi criada para o desenho de TV “Batman The Animated Series” de Paul Dini e Bruce Timm. Tendo trabalhado no Arkham Asylum como psiquiatra, a Dra Harley Quinzel tratou do Coringa, mas em vez de curar a insanidade do vilão, se apaixonou por ele e enlouqueceu. Incorporada à continuidade das HQs na edição “Batman: Mad Love” em 1994, a Arlequina tornou-se nas HQs um personagem mais independente do Coringa e parte ativa de várias aventuras do grupo em tempos recentes.

suicide-squad-cast.jpg

O Esquadrão Suicida teve sua popularidade reacesa aparecendo no seriado “Arrow” e no jogo “Batman: Assault on Arkham”. Sua adaptação para o cinema certamente traz a equipe para o centro das atenções criando a oportunidade de criar novos fãs com uma cronologia menos complexa que no material original, mas ainda divertida ao mostrar que entre bravos e ousados, velozes e furiosos, a vilania e o heroísmo acabam sendo duas faces da mesma moeda. Nossos malvados favoritos das hqs  ainda têm muito fôlego para mostrar.

LIGA DA JUSTIÇA : 1º TRAILLER

TAMBÉM DIVULGADO NA SAN DIEGO COMIC CON O PRIMEIRO TRAILLER DO AGUARDADO FILME DA “LIGA DA JUSTIÇA” (jUSTICE LEAGUE) COM DIREÇÃO DE ZACH SNYDER. ESPERAMOS QUE NÃO SEJAM COMETIDOS OS MESMOS ERROS QUE NO RECENTE “BATMAN VS SUPERMAN : A ORIGEM DA JUSTIÇA”. ESTÃO NO TRAILLER BEN AFFLECK COMO BATMAN, EZRA MILLER COMO FLASH, GAL DADOT COMO MULHER MARAVILHA, JASON MOMOA COMO AQUAMAN ENTRE OUTROS. CONFIRAM.