IN MEMORIAN: GEORGE ROMERO

Romero-534x409

     “Walking Dead”, “Resident Evil” e outros do gênero popularizaram em tempos recentes a imagem do zumbi, mas muito antes dos efeitos digitais, uma geração inteira tremeu diante dos mortos vivos graças ao trabalho de George Romero, um mestre no gênero que faleceu nesse domingo conforme notícia divulgada pelo “Los Angeles Times”. Romero inventou o gênero no assustador “A Noite dos Mortos Vivos” (Night of the Living Dead) de 1968, insuperável !! Refilmado em 1991, não tem o mesmo efeito que a fotografia preto e branco do original que ganhou sequências do próprio Romero nas décadas seguintes: “O Despertar dos Mortos” (1978), “O Dia dos Mortos” (1983), “Terra dos Mortos” (2005), “Diário dos Mortos” (2007) e “Ilha dos Mortos” (2009), todos escritos e dirigidos por ele. Nascido em fevereiro de 1940, George Andrew Romero nunca esteve no primeiro time de Hollywood, nunca ganhou um Oscar, mas deixou sua marca no gênero e nos deixou agora aos 77 anos depois de uma batalha contra o câncer de pulmão. Que descanse em paz !!!

ESTREIAS DA SEMANA: A PARTIR DE 26 DE JANEIRO

RESIDENT EVIL 6 : O CAPÍTULO FINAL

Resident Evil 6.jpg

RESIDENT EVIL 6: THE FINAL CHAPTER. EUA 2016. DIR: PAUL W.S.ANDERSON. COM MILA JOJOVICH, ALI LARTER, SHAWN ROBERTS. AÇÃO & TERROR.

CONFESSO QUE NUNCA FUI FÃ DA FRANQUIA, MAS QUE É RESPEITÁVEL O SUCESSO DOS FILMES INICIADOS EM 2002 NÃO NEGO. A SIMPATIA DE SUA ESTRELA TAMBÉM É ALGO NOTÁVEL, EMBORA ISSO NÃO GARANTA ORIGINALIDADE À TRAMA, CRIADA A PARTIR DE UM POPULAR VIDEOGAME. ALIÁS, PODEMOS AFIRMAR QUE É O FILME DO GÊNERO MELHOR SUCEDIDO, VIDE A RECEPÇÃO MORNA, RECENTEMENTE, DADA AO ESPERADO “ASSASSIN’S CREED”. JOJOVICH INTERPRETA ALICE, A SALVADORA DO MUNDO PÓS APOCALÍPTICO TOMADO PELO VIRUS QUE CRIA OS ZUMBIS. PROMETENDO SER O ÚLTIMO CAPÍTULO, ALICE ENCONTRA UMA CHANCE DE ACABAR COM A UMBRELLA CORPORATION, A EMPRESA CRIADORA DO VIRUS. NA COMIC CON EXPERIENCE, NO FINAL DO ANO PASSADO, A ESTRELA E SEU MARIDO, O DIRETOR PAUL W.S ANDERSON ESTIVERAM NO BRASIL PARA PROMOVER O FILME, QUER CHEGA ÀS TELAS QUASE CINCO ANOS DEPOIS DO FILME ANTERIOR. O INTERVALO FOI GRANDE ASSIM DEVIDO À GRAVIDEZ DA ATRIZ QUE ESTÁ EM SEU SEGUNDO REBENTO COM O DIRETOR COM QUEM É CASADA DESDE 2009. UMA ÚLTIMA COISA, PARA QUEM FOR FÃ DA SÉRIE (JÁ CANCELADA) “HEROES”, A PERSONAGEM CLAIRE É INTERPRETADA PELA ATRIZ ALI LARTER, QUE FAZIA NIKKI NA SÉRIE.

BELEZA OCULTA

beleza-oculta

COLLATERAL BEAUTY. EUA 2017. DIR: DAVID FRANKEL. COM WILL SMITH, LEIRA KNIGHTLY, KATE WINSLET, EDWARD NORTON, HELEN MIRREN. DRAMA.

HOWARD É UM PUBLICITÁRIO QUE ENTRA EM DEPRESSÃO DEPOIS DE UMA TRAGÉDIA E COMEÇA A ESCREVER CARTAS PARA A MORTE, O TEMPO E O AMOR. ESTAS ASSUMEM FORMAS HUMANAS (RESPECTIVAMENTE HELEN MIRREN, JACOB LATIMORE E KEIRA KNIGHTLY) PARA TENTAR ENSINAR A HOWARD O VALOR DA VIDA. O FILME TRATA DE QUESTÕES MORAIS E FILOSÓFICAS QUE RESVALAM NOS CLICHÊS DO GÊNERO E É IM POSSÍVEL NÃO LEMBRAR DA HISTÓRIA DE “A FELICIDADE NÃO SE COMPRA”, MAS SEM A MAGIA CAPRIANIANA CLARO. O FILME, ENFIM, ESTÁ INTERESSADO EM PROVOCAR AQUELA LÁGRIMA, AQUELA EMOÇÃO ESCONDIDA, O QUE TEM SEU VALOR CATÁRTICO.

A BAILARINA

a-bailarina-thumb

BALLERINA. FRA 2017. DIR: ERIC SUMMER & ERIC WARRIN. VOZES DE ELLE FANNING, DANE DEHAAN, MEL MAIA. ANIMAÇÃO.

ACHO LEGAL QUANDO UM FILME EUROPEU CHEGA ÀS NOSSAS TELAS E NOS MOSTRA QUE O CINEMA DIVERSÃO NÃO TEM QUE SER OBRIGATORIAMENTE NORTE-AMERICANO. ESSA ANIMAÇÃO TRAZ A HISTÓRIA DE FÉLICIE, UMA JOVEM ORFÃ DETERMINADA A SE TORNAR UMA BAILARINA NA PARIS DE 1869. A MENINA CONSEGUE INGRESSAR NO GRAND OPERA HOUSE SE PASSANDO POR OUTRA PESSOA.  O FILME É DOS MESMOS PRODUTORES DO EXCELENTE “INTOCÁVEIS” (2011) COM UM ORÇAMENTO DE us$30 MILHÕES.

ATÉ O ÚLTIMO HOMEM

ate-o-ultimo-homem

HACKSAW RIDGE. EUA 2016. DIR: MEL GIBSON. COM ANDREW GARFIELD, SAM WORTHINGTON, TERESA PALMER, VINCE VAUGH, HUGO WEAVING, DRAMA DE GUERRA.

DEZ ANOS DEPOIS DE “APOCALYPTO”, MEL GIBSON PASSOU POR UMA FASE DIFÍCIL EM SUA VIDA PESSOAL QUE RESVALECEU EM SUA VIDA PROFISSIONAL. MUITOS APOSTAVAM QUE SERIA O FIM DE SUA CARREIRA QUE  RENDEU ATRÁS DAS CÂMERAS FILMES DE SUCESSO DE PÚBLICO E CRÍTICA COMO “CORAÇÃO VALENTE” (1995) OU FILMES POLÊMICOS COMO ” A PAIXÃO DE CRISTO” (2004). SEU RETORNO COM “ATÉ O ÚLTIMO HOMEM” RECEBEU APLAUSOS DE PÉ NO FESTIVAL DE VENEZA, EM SETEMBRO ÚLTIMO, QUE DURARAM NOVE MINUTOS E 48 SEGUNDOS. O FILME É A HISTÓRIA REAL DE DESMOND T.ROSS (GARFIELD) QUE LUTOU NA SEGUNDA GUERRA SE RECUSANDO A USAR UMA ARMA DE FOGO E MATAR OS INIMIGOS. SUAS CRENÇAS PACIFISTAS BATERAM DE FRENTE COM SEUS SUPERIORES. NA BATALHA DE OKINAWA, SUAS AÇÕES SALVARAM 75 SOLDADOS,E LHE VALERAM TEMPOS DEPOIS UMA MEDALHA DE HONRA DO CONGRESSO AMERICANO. O FILHO DO VERDADEIRO DESMOND ASSISTIU AO FILME DE GIBSON E SE EMOCIONOU COM A ATUAÇÃO DE ANDREW GARFIELD (LEMBRAM DELE EM “O ESPETACULAR HOMEM ARANHA”?). CURIOSIDADE, ESSE É O FILME DE ESTREIA COMO ATOR DE MILO GIBSON, SEXTO FILHO DE MEL, QUE TEVE O FEITO DE TER CONSEGUIDO FILMAR A HISTÓRIA DE DESMOND, UM PROJETO QUE DEMOROU DESDE 2002 PARA SAIR DO PAPEL DE ACORDO COM A CONCEITUADA REVISTA “VARIETY”.